Inscreva-se

Menu

Por que meu pai, um Pastor me renegou após eu ter recebo alegremente o retorno do Senhor?

Nota do editor

Os crentes no Senhor anseiam avidamente pelo retorno do Senhor Jesus e esperam recebê-lo durante seus tempos de vida. Depois que Huimin recebeu o retorno do Senhor, no entanto, seu pai, um pastor, disse que a renegaria. Por que seria este o caso? Quão inimaginável! Vamos dar uma olhada na história deles.

Meu pai era um pastor na “Igreja Justificação pela da Fé”. Por meio de sua influência, acabei crendo em Deus. Ele conhecia muito bem a Bíblia e tinha grande fé no Senhor. Localmente, ele estabeleceu uma igreja doméstica e recebeu muitos pastores dos condados e distritos fronteiriços ao longo dos anos. Quando havia algo que não entendiam sobre a Bíblia, eles vinham consultar o meu pai. Isso aprofundou meu respeito e admiração por ele. Pensava nele como um bom servo aprovado pelo Senhor. Meu pai costumava dizer-me: “O Senhor Jesus é o único Redentor da humanidade. O nome de Deus nunca mudará. Somente aderindo ao nome do Senhor Jesus podemos ser salvos.” Eu guardei suas palavras em minha mente. No entanto, só quando aceitei a obra de Deus nos últimos dias, descobri que os pontos de vista que meu pai havia incutido em mim estavam totalmente errados e somente então vi, claramente, a sua “fidelidade”.

Um dia, em 2009, quando estava pregando o evangelho do Senhor fora de nossa cidade com uma colega de trabalho, encontrei uma de minhas colegas do ensino médio que não via há anos. Ela me disse que o Senhor por quem ansiamos havia retornado e que Ele é o Cristo dos últimos dias — Deus Todo-Poderoso. Ele concluiu a obra da Era da Graça e começou a obra de julgamento nos últimos dias. Ele também expressou muitas verdades, revelando todos os mistérios da Bíblia. Ela também comungou comigo sobre muitas palavras de Deus Todo-Poderoso. Das palavras de Deus, eu entendi o objetivo de sua obra de gerenciamento de seis mil anos, a verdade interior de seus três estágios da obra, o significado de seu nome, o que quer dizer ser salvo, o que significa salvação e muitas outras verdades as quais não entendia antes na Bíblia. Vendo que cada palavra de Deus Todo-Poderoso contém autoridade e poder, eu tinha certeza de que o Senhor Jesus realmente havia retornado e que Ele é Deus Todo-Poderoso. Então, eu felizmente aceitei a obra de Deus dos últimos dias. Eu achava que meu pai sempre ansiara pelo retorno do Senhor Jesus e que, se soubesse dessas boas novas, com certeza aceitaria prontamente a nova obra do Senhor como eu. No entanto, as coisas aconteceram exatamente ao contrário.

Cristão,Partido,Evangelizar

Quando voltei para casa e contei ao meu pai esta boa nova, ele não apenas não ouviu nada, como também disse: “Você abandonou o nome do Senhor Jesus e seguiu o caminho errado. Apresse-se, arrependa-se e confesse-se diante do Senhor. Eu sempre lhe disse que somente o Senhor Jesus em quem cremos é o único Deus verdadeiro e que Seu nome nunca mudará. A Bíblia diz: ‘E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos’ (Atos 4:12). Veja como isso foi explicado com clareza! Nós, crentes no Senhor, devemos aderir ao Seu nome. Enquanto aderirmos ao nome do Senhor Jesus, certamente seremos salvos. Isto nunca é errado.” Minha mãe também pediu que eu me apressasse em confessar diante do Senhor. Vendo que meu pai não tinha qualquer intenção de procurar ou investigar a nova obra de Deus, fiquei muito surpresa. Disse a ele: “Pai, você é muito instruído nas Escrituras e sabe que o livro do Apocalipse diz claramente: ‘A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, donde jamais sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, da parte do meu Deus, e também o meu novo nome’ (Apocalipse 3:12). É profetizado aqui que Deus terá um novo nome nos últimos dias. Como este nome ainda poderia ser ‘Jesus’? Se ainda é ‘Jesus’, então como é um nome novo? Nós todos sabemos que a Bíblia diz: ‘Jeová […] este é o meu nome eternamente, e este é o meu memorial de geração em geração’ (Êxodo 3:15). Deus deixou claro que somente Jeová é o Salvador e o nome de Deus, um nome eterno. Mas quando o Senhor Jesus veio para realizar a obra, por que as pessoas chamaram de Jesus o Salvador ao invés de orar à Jeová? Podemos dizer que eles traíram Jeová só porque deixaram o nome de Jeová e aceitaram a Jesus como seu Salvador? Claro que não. Então, não podemos ter certeza de que o nome de Deus nunca mudará. Na verdade, Deus originalmente não tinha um nome. Ele somente criou nomes devido a sua obra de gerenciamento da humanidade. Ele usa o seu nome para mudar a era, para representar a obra da era presente e para representar o caráter que expressa naquela era. Não importa como as eras e a sua obra mudam e não importa como o nome de Deus muda, a sua substância é imutável. Por exemplo, na Era da Lei, o nome de Deus era Jeová. As pessoas aderiram a este nome e oraram neste nome, embora a obra da Era da Lei tenha durado vários milhares de anos. No entanto, quando o Senhor Jesus veio para realizar a sua obra, o nome de Deus mudou para ‘Jesus’ consequentemente. Desde então, as pessoas que aceitaram o nome de Jesus, como Pedro e Mateus, receberam a salvação do Senhor, enquanto os Fariseus que se apegavam ao nome de Jeová e recusavam-se a aceitar o Senhor Jesus tornaram-se os que traíram a Deus e foram detestados e rejeitados por Ele. Agora, Deus realizou um novo estágio da obra de salvação na Terra, baseado nas necessidades da humanidade. Sua obra mudou e seu nome também. Somente aceitando a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias e seguindo os passos de Deus, podemos receber a sua salvação e entrar no reino dos céus.”

No entanto, quem saberia que meu pai ainda se apegaria com teimosia às suas concepções. Ele disse sem paciência: “Por muitos anos, concentrei-me totalmente no estudo da Bíblia e contatei muitos anciãos espirituais. Todos eles disseram que o nome do Senhor Jesus nunca mudaria. No que diz respeito ao seu conhecimento da Bíblia, você se atreve a dizer que o nome de Deus mudou. Eu aposto que foi enganada. É melhor você me ouvir e voltar a seguir o Senhor Jesus. Só assim poderá entrar no reino dos céus.” Neste momento, minha mãe também me disse: “Isso mesmo. As palavras do seu pai não podem estar erradas. Ele tem servido ao Senhor devotamente por mais de vinte anos. Ele entende a Bíblia muito melhor que você. O que ele disse é para o seu próprio bem. Basta pensar em como ele amava você enquanto crescia. Será que ele lhe empurrará para uma vala? ” Ouvindo as palavras sinceras de minha mãe, fiquei um pouco confusa, pensando: “Sim, não importa o que aconteça, ele é meu pai e nunca me machucará. Embora se oponham à minha crença em Deus Todo-Poderoso, eles não estão preocupados com a possibilidade de eu tomar o caminho errado? Além disso, meu pai é um pastor altamente respeitado. Ele entende a Bíblia e é fiel ao Senhor. O que ele diz pode não estar errado.” Mas então pensei: “Não. Desde que aceitei a obra do Deus Todo-Poderoso dos últimos dias, ouvi a comunhão e o testemunho de irmãos e irmãs e li as suas palavras. Eu realmente entendi muitas verdades que nunca tinha conhecido antes quando eu cria no Senhor. Tenho certeza de que as palavras de Deus Todo-Poderoso são a verdade e que Ele é, de fato, o Senhor Jesus que retornou.” Quando percebi isto, não duvidei mais da obra de Deus Todo-Poderoso e me senti aliviada. Como crente em Deus, devo ouvir as Suas palavras e não escutar as palavras de meus pais para rejeitar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias.

Desde então, leio as palavras de Deus Todo-Poderoso todos os dias. Através da nutrição das palavras de Deus, entendi cada vez mais a verdade e a minha condição espiritual tornou-se cada vez melhor. Vendo que não escutei as suas palavras, meu pai pediu ao meu marido e a minha cunhada para me atrapalharem, mas sem sucesso. Meu pai disse muitas palavras de condenação de Deus Todo-Poderoso ao meu marido. Depois que ele ouviu essas palavras, começou a se opor a mim e me repreender: “Você realmente foi enganada. Se insistir em crer em Deus Todo Poderoso e ferir o seu pai, sofrerá no futuro. Estou avisando: O seu pai voltou a me encontrar ontem. Antes de ir embora, ele disse que se você não voltasse, não a considera mais como sua filha. Cabe a você lidar com isso!” Depois que terminou, ele saiu com raiva. Ouvindo as palavras do meu marido, pensei em como a minha família me tratou desde que comecei a crer em Deus Todo-Poderoso. Eu me senti muito angustiada e não pude deixar de lembrar: “Desde que eu era pequena, meu pai nunca me repreendeu e sempre cuidou bem de mim. Eu sempre escutei suas palavras e fui obediente a ele. Agora, por crer em Deus, eu o desobedeci pela primeira vez. Ele deve estar muito triste; caso contrário, como ele poderia ficar com raiva e dizer que não me reconheceria como sua filha? Talvez eu deva ouvi-lo e devolver o livro a eles […] No entanto, não posso suportar abandonar o verdadeiro caminho, porque não está fácil para mim receber o retorno do Senhor e ter certeza de Deus Todo-Poderoso. Se eu desistir, não perderei a chance de ser salva e entrar no reino dos céus?” Eu estava num dilema. Todos os dias eu me sentia confusa e apática. Quando li a palavra de Deus, não consegui absorver nada disso; quando orei, eu não sabia o que dizer.

Um dia fui participar de uma reunião. Uma irmã, vendo o meu estado depressivo, perguntou-me se eu havia encontrado alguma dificuldade. Eu derramei todo o meu sofrimento sobre ela. Ela me disse com paciência: “Você deve saber que a obra de Deus dos últimos dias não é tão fácil quanto imaginamos. Deus realizou a sua obra para salvar o homem, mas Satanás não está reconciliado. Ele tenta todos os meios para fazer o homem se desviar de Deus. Portanto, quem vem diante de Deus experimentará uma batalha espiritual. Deus permite que as tentações de Satanás aconteçam. Ele quer aperfeiçoar a nossa fé Nele através destas tentações e, ao mesmo tempo, nos permite ver através das más intenções de Satanás, de modo que possamos trair a Satanás e retornar a Deus. Vamos dar uma olhada no que a palavra de Deus diz. Deus Todo-Poderoso diz: ‘Em cada passo da obra que Deus faz no interior das pessoas, externamente ela parece consistir em interações entre pessoas, como se nascida de arranjos humanos ou de interferência humana. Mas nos bastidores, cada passo da obra e tudo o que acontece é uma aposta feita por Satanás diante de Deus e requer que as pessoas permaneçam firmes em seu testemunho a Deus. Veja quando Jó foi provado, por exemplo: nos bastidores, Satanás estava fazendo uma aposta com Deus, e o que aconteceu a Jó foram os feitos dos homens e a interferência dos homens. Por trás de cada passo da obra que Deus faz em vocês está a aposta de Satanás com Deus — por trás disso tudo há uma batalha’. Das palavras de Deus, sabemos que quando nos apresentamos diante de Deus para receber a sua salvação, Satanás não está disposto a ser derrotado, por isso usa vários truques para nos impedir de crer em Deus e nos fazer traí-Lo. Do lado de fora, está o seu pai e outros membros da família obstruindo você e parece que eles estão fazendo isso para o seu próprio bem. Na verdade, esta é uma batalha espiritual nos bastidores. Satanás sabe que você respeita e admira muito o seu pai e que sente fortes emoções por ele. Então, ele usou o seu pai para obstruí-la e perturbar a sua crença em Deus e até mesmo incitar a sua cunhada e o seu marido juntos a aliciá-la para que você se desviasse de Deus e o traísse. Se não podemos ver através de seus esquemas, seremos facilmente enganados por ele e, assim, negar a obra de Deus, abandonar o verdadeiro caminho e, eventualmente, perder a chance de sermos salvos.”

As palavras da irmã me acordaram: acontece que esta é uma batalha espiritual. Satanás usou minha emoção e admiração pelo meu pai para me aliciar a trair a Deus. Quão sinistro e maligno é a motivação de Satanás! Foi porque eu não tinha a verdade e era incapaz de ver através do esquema que eu estava presa em sua tentação. Graças à orientação das palavras de Deus e à comunhão da irmã, eu, por fim,vi através dos esquemas de Satanás e vi claramente a sua maldade. Desde então, não só não duvidei da obra de Deus, mas desenvolvi ainda mais fé Nele.

Depois de um certo tempo sem a perturbação do meu pai, achei que tudo estava sereno e que, enfim, conseguiria caminhar firmemente pelo caminho da fé em Deus. Um dia, inesperadamente, meu pai me ligou e disse que ele e minha mãe sentiam a minha falta e queriam que eu fosse à casa deles. Fiquei muito feliz em pensar que meu pai pudesse enfim entender, então, preparei-me para pregar o evangelho para ele de novo. No entanto, quando cheguei lá alegremente e entrei na sala, encontrei vários pastores de igrejas domésticas que costumavam vir à nossa casa para fazer sermões. Fiquei chocada e pensei: “Algum tempo atrás, estes líderes religiosos discutiram uns com os outros sobre suas interpretações e pontos de vista diferentes sobre a Bíblia. Desde então, eles não se ajuntaram para fazer reuniões de colegas de trabalho por um longo tempo. Hoje eles estão aqui juntos. Isto deve ser obra do meu pai. Eles devem estar aqui para me impedir de crer em Deus Todo-Poderoso. Acabei de aceitar a nova obra de Deus há pouco tempo e não entendi muita verdade. O que devo fazer se eles me cercarem?” Eu não pude deixar de me sentir um pouco nervosa. Então, imediatamente orei a Deus, pedindo-Lhe para me dar coragem, sabedoria e me livrar da covardia e do medo em meu coração, para que eu não fosse enganada por suas falácias. Depois de orar, lembrei-me de uma passagem das palavras de Deus que uma irmã tinha comungado comigo: “Você não deveria ter medo disto e daquilo; sejam quais forem os muitos perigos e dificuldades que possa enfrentar, você é capaz de permanecer firme diante de Mim, desobstruído de qualquer obstáculo, para que Minha vontade possa ser realizada sem impedimento. Esse é o seu dever”. Sob a orientação das palavras de Deus, acalmei-me devagar. Pensei em como as palavras de Deus guiaram-me a chegar até aqui desde que aceitei a sua obra dos últimos dias. Contanto que eu confiasse mais em Deus e fortalesse a minha fé, não precisaria ter medo de seu ataque e engano.

Naquele momento, uma líder da igreja que tinha à nossa igreja para dar sermões com frequência, falava sobre os mesmos ensinamentos antigos e me pediu para aderir ao nome do Senhor Jesus. No entanto, refutei suas perguntas uma por uma. Vendo isso, um dos pastores antigos me disse: “Xiaohui, você é a filha mais obediente da sua família e também a mais fiel ao Senhor Jesus. Seu pai sempre teve esperanças grandes para você e ele a tem nutrido todos estes anos. Ele está velho agora, e é hora de deixar você administrar essa igreja que ele estabeleceu com suas próprias mãos. Seu pai disse que, se você parar de crer na Relâmpago do Oriente e voltar a crer no Senhor Jesus, poderá herdar sua casa e propriedade no futuro. Por favor, não o desaponte.” Ouvindo as palavras“sinceras”deste pastor, senti um pouco de turbulência em meu coração:“Todos esses anos eu tenho desejado uma casa decente. A casa dos meus pais acabou de ser comprada. É muito melhor que a minha casa humilde.” Nesse momento lembrei dos versículos da Bíblia sobre Satanás testando o Senhor Jesus: “Novamente o Diabo o levou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles; e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares. Então ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás” (Mateus 4:8-10). De repente, acordei e vi claramente que esta era a tentação de Satanás. As palavras que o velho pastor falou não foram no mesmo tom de Satanás? Elas tentaram me seduzir a trair a Deus com fama, dinheiro e status. Quão malvado é Satanás! Hoje ouço a voz de Deus e me volto para Ele. Esta é uma chance muito preciosa para mim. Eu não posso seguir Satanás para trair a Deus por causa da busca temporária do gozo carnal. Com isso, eu disse a ele de uma maneira séria: “Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus por quem nós ansiamos há muito tempo. Negar Deus Todo-Poderoso é trair o Senhor Jesus. Eu nunca vou desistir da minha crença em Deus Todo-Poderoso”.

Vendo que eu não segui o conselho deles, meu pai ficou tão irritado que apontou para mim e disse: “Você realmente ficou mais ousada. Hoje, muitos anciãos espirituais lhe aconselham a voltar, mas você ainda é teimosa. Vejo que está realmente determinada a andar até o fim. Se você não voltar atrás, não me culpe por não reconhecê-la como minha filha. Não me culpe por deixar todos os irmãos e irmãs lhe abandonarem.” Ouvindo as palavras implacáveis do meu pai, eu não conseguia acreditar em meus ouvidos. Só porque eu cria em Deus Todo Poderoso, o meu pai iria me renegar e dizer aos irmãos e irmãs para me abandonarem. Esse é o pai que sempre achei que me amava? Além da mágoa e da dor, senti que ele era muito familiar, mas estranho para mim. Nesse ponto, não pude deixar de pensar em alguns versículos: “Disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, e procuram falar contigo. Ele, porém, respondeu ao que lhe falava: Quem é minha mãe? e quem são meus irmãos? E, estendendo a mão para os seus discípulos disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos. Pois qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe” (Mateus 12:47-50). Ponderando as palavras do Senhor, não me sentia mais triste. Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus que retornou. Mas, quando o meu pai enfrentou o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso, ele não apenas não procurou e investigou, ele julgou e condenou a obra de Deus, blasfemou contra Deus Todo-Poderoso, impediu que irmãos e irmãs investigassem o verdadeiro caminho e ainda me expulsaria da igreja. Como alguém que tinha conhecimento do Senhor poderia fazer isso? Como ele poderia ser alguém que fez a vontade do Pai celestial? Eu me decidi: “Hoje, não importa o quanto eles me ameacem e amedrontem, mesmo que o meu pai me expulse da igreja, estou determinada a seguir Deus Todo-Poderoso.”

Depois que retornei para a minha casa, lembrei que depois que aceitei a obra de Deus dos últimos dias, meu pai, como pastor, fez o máximo para me perturbar, usou de tudo para forçar-me a desistir da minha crença em Deus Todo-Poderoso e ele mesmo deserdou-me impiedosamente e disse que iria me expulsar da igreja. Eu não sabia por que o meu pai e aqueles pastores religiosos eram tão resistentes à obra de Deus dos últimos dias. Numa reunião, em resposta à minha pergunta, uma irmã comungou comigo, dizendo: “As palavras de Deus dizem: ‘Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a substância dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a verdade da vida. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias. E como nunca havia visto o Messias e nunca havia estado na companhia do Messias, cometera o erro de se agarrar em vão ao nome do Messias enquanto se opunha à substância do Messias através de qualquer meio possível. Esses fariseus eram obstinados, arrogantes em substância e não obedeciam à verdade. O princípio de sua crença em Deus era: não importa quão profunda seja a Sua pregação, não importa quão elevada seja Sua autoridade, Você não é Cristo a menos que seja chamado o Messias. Essas opiniões não são absurdas e ridículas?’ Das palavras de Deus, podemos ver que a raiz do motivo pelo qual aqueles fariseus, naquela época, condenaram cegamente a obra do Senhor Jesus foi porque eles eram arrogantes e vaidosos em sua natureza, eles não tinham um coração que temesse a Deus nem um pouco. Eles definiram Deus dentro das letras da Bíblia e viram a vinda do Messias através da perspectiva de suas concepções e imaginações. Eles entenderam o nome do Messias em vão, mas não tinham conhecimento da substância Dele. Não importa quão profundas e corretas fossem as pregações do Senhor Jesus, quanta verdade tivesse em sua pregação ou quanta autoridade ou poder em suas palavras, porque o Seu nome não era Messias, os fariseus se opuseram e o condenaram, tentaram encontrar defeitos Nele e queriam levá-lo à morte. A partir disto podemos ver que os fariseus eram os anticristos que odiavam a Deus e a verdade. Hoje em dia, os pastores nas igrejas religiosas são iguais aos fariseus daquela época. Eles não se importam se as palavras expressas por Deus Todo-Poderoso são a verdade ou se elas têm autoridade e poder; enquanto o nome do Senhor Jesus não for testificado, eles se recusarão a aceitar e obstinadamente se apegarão às suas concepções e imaginações, fazendo o máximo para resistir e condenar Deus Todo-Poderoso. Seus comportamentos não são iguais aos dos fariseus? Não são eles os anticristos que resistem e condenam a Cristo?”

Através da comunhão da irmã, de acordo com os comportamentos dos fariseus de resistência a Deus, lembrei-me dos comportamentos do meu pai: como líder da igreja, ele não procurava nem investigava a obra e as palavras novas de Deus. Em vez disso, ele as julgou e condenou aleatoriamente e até tentou todos os meios para impedir-me de seguir Deus Todo-Poderoso. Sua substância não é a mesma dos fariseus? Naquele momento, não pude deixar de me sentir um pouco preocupada com ele. Entretanto, percebi por que meu pai deserdaria-me depois que aceitei com alegria o retorno do Senhor Jesus. Eu tinha um pouco de discernimento sobre a natureza satânica de meu pai e daqueles pastores e não mais os adorava ou admirava cegamente. Agora eu entendi que, somente ao ver a atitude de alguém em relação à nova obra de Deus, eu poderia saber se aquela pessoa é um verdadeiro crente e um bom servo do Senhor. Agora, eu estava ainda mais decidida seguir Deus Todo-Poderoso até o fim.