Inscreva-se

Menu

Eu tenho uma nova interpretação do julgamento dos últimos dias

Ouvindo a boa notícia do retorno do Senhor em uma reunião

Comecei a crer no Senhor em 2016 e, desde então, eu participava de reuniões toda semana. Mais tarde, uma nova irmã começou a comparecer às nossas reuniões. Depois de vários encontros, descobri que ela jogava uma luz nova sobre várias escrituras. Todos se sentiam muito bem supridos por ela e eu a admirava muito. Eu pensei: “Ela é tão jovem, mas apesar de sua idade, sua comunhão sobre a Bíblia é melhor que a do nosso pastor. Como ela consegue ler a Bíblia assim?” Curioso, perguntei a ela em particular: “Sua compreensão da Bíblia é impressionante. Como você entende muito disso?” Ela disse que também comparecia a outra reunião onde os irmãos e irmãs comungavam de forma mais clara e compreensível. Ela me convidou para ir e ouvir, e eu concordei com alegria.

No domingo seguinte, ela me levou para a reunião sobre a qual tinha falado, e os irmãos e irmãs de lá me acolheram calorosamente. Depois de se sentar, eles me disseram que o Senhor Jesus havia retornado como Deus Todo-Poderoso encarnado, tanto para expressar muitas verdades, quanto para realizar a obra de julgar e purificar a humanidade, que cumpre as profecias bíblicas: “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus” (1 Pedro 4:17). “A palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:48). Uma irmã também comungou sobre o plano de gerenciamento de seis mil anos de Deus, sobre como discernir a voz Dele, sobre o mistério do destino da humanidade e muitos outros aspectos da verdade. Sua comunhão foi muito detalhada, eu entendi com muita clareza, e aprendi que existem, de fato, muitos mistérios envolvidos em acreditar em Deus. Então, decidi investigar a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Após a reunião, minha irmã me deu um livro da palavra de Deus para levar para casa e ler.

Cristão

Formando incompreensões sobre o julgamento

Depois que voltei para casa, li as palavras de Deus Todo-Poderoso em meu tempo livre e senti que elas eram muito boas. Realmente gostei muito delas. Um dia li nas palavras de Deus Todo-Poderoso que: “A obra dos últimos dias é separar todos de acordo com sua espécie, concluir o plano de gestão de Deus, pois o tempo está próximo e o dia de Deus chegou. Deus leva todos os que entraram em Seu reino, isto é, todos aqueles que Lhe foram leais até o fim, à era do Próprio Deus. Entretanto, até a vinda da era do Próprio Deus, a obra que Deus irá fazer não é observar os feitos do homem ou investigar sua vida, mas julgar a sua rebelião, pois Deus irá purificar todos aqueles que vierem diante de Seu trono. Todos os que seguiram os passos de Deus até hoje são aqueles que se colocaram diante do trono de Deus e, sendo assim, toda e qualquer pessoa que aceitar a obra de Deus em sua fase final é objeto de purificação de Deus. Em outras palavras, todos os que aceitarem a fase final da obra de Deus serão objeto do julgamento de Deus.” Pensei comigo: o Senhor Jesus retornou encarnado nos últimos dias para fazer a obra final de joeirar, para separar todas as pessoas de acordo com a sua espécie, o que significa que todo aquele que aceita a obra de Deus nos últimos dias deve submeter-se ao Seu julgamento. Eu não pude deixar de pensar que ainda era capaz de enganar os outros com minhas palavras, de iludir os outros e ser invejoso, de odiar as pessoas quando me machucavam, e que eu ainda tinha muitos problemas. Muitas vezes perdi a paciência com minha família, fiquei com raiva de meus colegas de trabalho e assim por diante. Hoje, pensei, o Senhor veio para realizar a obra de julgamento e, se eu fosse responsabilizado pelos meus comportamentos passados, não seria condenado? Como eu poderia entrar no reino de Deus? Pensando nisso, fiquei muito preocupado. Eu senti que não podia entrar no reino de Deus, por isso, fiquei pessimista. Embora eu quisesse comungar abertamente com meus irmãos e irmãs e buscar soluções, temia que, se soubessem quem eu realmente era, eles ririam de mim e me depreciaram, então decidi me esconder e parei de participar de reuniões.

Meus irmãos e irmãs, sem saber da verdade, me convidavam muitas vezes para reuniões, mas eu sempre dizia que estava ocupado com o trabalho ou dava outras desculpas. Depois de um tempo, meus irmãos e irmãs me enviaram uma mensagem e perguntaram quando eu estaria livre, dizendo que eles poderiam organizar as reuniões de acordo com a minha agenda. Diante da preocupação deles, meu coração fechado foi tocado. Eu pensei: “Eu tentei todos os meios para evitá-los, e, inclusive, não retornei mensagens de propósito, mas eles nem ligaram, continuam a tolerar e ser pacientes comigo e a pensar em formas para que eu voltasse para as reuniões. Eles perguntavam com frequência se eu estava passando por dificuldades. Suas palavras revelaram preocupação e apoio para mim. Isso não é amor verdadeiro? O sincero convite de meus irmãos e irmãs me deixou com vergonha de recusar, então comecei a ir às reuniões novamente. Nas primeiras vezes, não consegui me acalmar porque pensava: “Vivo pecando e confessando todos os dias e, no momento em que Deus me julgar, serei condenado. Assim, comparecer às reuniões é inútil.” Mas eu nunca contei esse pensamento para meus irmãos e irmãs. Em vez disso, tentei preservar minha dignidade e não dava a devida atenção às reuniões.

Eliminando minhas incompreensões sobre o julgamento

Isso continuou até um dia em que minha irmã comungou sobre aspectos da verdade em relação ao julgamento, e minhas noções a respeito da questão foram, enfim, eliminadas. Irmã Yang comunhão: “Deus Todo-Poderoso expressa a verdade nos últimos dias para realizar a obra de julgar e purificar as pessoas para nos trazer para o reino de Deus. Mas algumas pessoas ainda podem não entender a vontade de Deus, e acreditam que Deus julga e castiga as pessoas para condená-las, e, por isso, elas se recusam a aceitar a obra de julgamento de Deus nos últimos dias. O retorno de Deus encarnado nos últimos dias para realizar a obra de julgamento será a salvação ou a condenação para o homem? Muitas pessoas não conseguem ver esse problema com clareza. Então, vejamos o que Deus Todo-Poderoso disse sobre isso.” Depois de ouvir a irmã Yang, me senti melhor e pensei: “O assunto de hoje é exatamente o que preciso! Eu sou uma das muitas pessoas sobre as quais a irmã Yang está falando. Eu não sei se a obra de julgamento de Deus é para condenar ou salvar as pessoas.” Por isso, escutei com mais atenção.

Então, outra irmã leu uma passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso: “Tudo que Ele faz é amor verdadeiro por vocês, Ele não tem má intenção. É por causa dos seus pecados que Ele os julga, para que vocês se autoexaminem e recebam essa tremenda salvação. Tudo isso é feito para operar o ser humano. Do início ao fim, Deus tem feito o Seu máximo para salvar o homem, e Ele certamente não está disposto a destruir completamente os homens que Ele criou com Suas próprias mãos. Agora Ele veio entre vocês para operar; será que isso não é ainda mais salvação? Se Ele odiasse vocês, será que Ele ainda faria uma obra de tal magnitude para guiá-los pessoalmente? Por que Ele sofreria assim? Deus não odeia vocês nem tem nenhuma intenção maldosa para com vocês. Vocês devem saber que o amor de Deus é o amor mais verdadeiro. É apenas por causa da desobediência das pessoas que Ele precisa salvá-las por meio do julgamento; caso contrário, elas não seriam salvas.”Hoje, Deus os julga, os castiga e os condena, mas saiba que a sua condenação é para que você possa se conhecer. Condenação, maldição, julgamento, castigo – tudo isso é para que você se conheça, para que seu caráter possa mudar e, além disso, para que você possa conhecer seu valor e ver que todas as ações de Deus são justas e de acordo com Seu caráter e as necessidades de Sua obra, que Ele opera de acordo com Seu plano para a salvação do homem e que Ele é o Deus justo que ama o homem e salva o homem, julga e castiga o homem. […] Deus não veio para matar nem para destruir, mas para julgar, amaldiçoar, castigar e salvar.”

A irmã Yang disse: “As palavras do Deus Todo-Poderoso nos mostram que o propósito da obra de julgamento de Deus nos últimos dias não é nos condenar pelos nossos pecados, nem nos castigar, mas despertar nossos corações, fazer-nos saber a verdade sobre nossa profunda corrupção por Satanás, para nos dizer que o caráter de Deus é justo, santo e não tolera ofensa, e para nos salvar, ajudando-nos a escapar de nosso estado corrupto, para que possamos viver uma verdadeira semelhança humana e alcançar a salvação de Deus. Hoje, toda a humanidade vive sob o poder de Satanás, tornando-se cada vez mais má e corrupta. As pessoas buscam comida, bebida e prazer o dia todo, vivem no pecado sem arrependimento e desfrutam dos seus prazeres. Mesmo as pessoas do mundo religioso seguem tendências mundanas malignas, e não vivem de forma diferente dos gentios. Nos dias de hoje, ninguém anseia pela verdade ou espera pela manifestação de Deus. Ele se manifestou e começou a trabalhar nos últimos dias. As verdades que Deus expressou foram publicadas na Internet, mas quantas pessoas buscam e investigam de forma ativa? As pessoas são indiferentes, ignoram, condenam e resistem ao retorno de Deus. É óbvio que fomos corrompidos ao máximo por Satanás, que não existe amor pela verdade em nossos corações, que preferimos o mal e podemos até resistir a Deus. Se Deus não expressar a verdade ou não realizar a obra de julgamento nos últimos dias, nunca refletiremos e conheceremos a nós mesmos, e ainda vamos pensar que o Senhor é misericordioso e amoroso, que seremos perdoados por Ele, não importa quantos pecados cometermos e que entraremos no reino dos céus quando o Senhor voltar. A verdade é que Deus é justo e santo, então como Ele poderia levar para o reino aqueles que resistem a Ele? Nós só podemos enxergar a verdade de nossa corrupção quando experimentamos o julgamento de Deus. Somente assim podemos alcançar a transformação em nosso caráter de vida, e genuinamente obedecer e temer a Deus. Só então estaremos qualificados para entrar no reino de Deus. Podemos ver que a obra de julgamento de Deus é uma obra de grande amor e salvação para o homem. Apenas aqueles que odeiam a verdade e se recusam a aceitar o julgamento e a purificação das palavras de Deus Todo-Poderoso serão revelados e eliminados.”

Quando ouvi isso, a ansiedade em meu coração aliviou-se. Deus julga as pessoas para salvá-las, não para condená-las! Nós vivemos pecando e confessando todos os dias, e sempre nos rebelamos contra Deus contra nossa vontade. Somos, de fato, corrompidos profundamente por Satanás e não podemos escapar sozinhos da escravidão do pecado. Nós precisamos nos submeter de verdade à obra de julgamento de Deus para sermos salvos. Se não fosse pela comunhão da minha irmã naquele dia, eu não compreenderia a vontade de Deus e acreditaria que a obra de julgamento Dele serve para nos condenar. Graças a Deus, finalmente entendi o significado da obra de julgamento de Deus nos últimos dias!

A obra de julgamento de Deus nos últimos dias é muito prática

Então, a irmã Yang continuou sua comunhão, dizendo: “Sabemos que a obra de julgamento de Deus nos últimos dias é para salvar as pessoas, mas como Ele realiza essa obra? Para entender esse aspecto da verdade, vamos ler outra passagem da palavra de Deus. Deus Todo-Poderoso diz: ‘Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo são considerados julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus.’”

“Pela palavra de Deus podemos ver que Deus Todo-Poderoso expressou a verdade para realizar a obra de julgamento, e quando lemos as palavras de Deus Todo-Poderoso, sentimos que Ele nos julga face a face. A palavra de Deus é como uma espada afiada que expõe nossa natureza de resistir e trair a Deus, vemos que somos profundamente corrompidos por Satanás, nossos caracteres satânicos, tais como nossa arrogância, auto-importância, ódio a verdade, egoísmo, desprezo, perversão, engano, ganancia e maldade, são revelados, e descobrimos que não vivemos nem um pouco da verdadeira semelhança humana. Por exemplo, quando desempenhamos nossos deveres, quando nossos irmãos e irmãs nos dão sugestões diferentes, sempre pensamos que nossas próprias opiniões estão corretas. Mesmo que o que outro diga esteja de acordo com a verdade, não estamos dispostos a aceitar o conselho e sempre queremos que os outros nos escutem, porque somos especialmente arrogantes e auto-importantes. Ou, embora acreditemos em Deus, em nossas naturezas nós não gostamos da verdade, nossos corações adoram dinheiro, fama e status, e seguimos comendo, bebendo, festejando e desfrutando da carne como os gentios. Ou, mesmo que possamos nos abandonar e nos gastar em certa medida, fazemos isso como uma tentativa de negociar com Deus, ganhar recompensas e entrar no reino dos céus, em vez de retribuir o amor de Deus e cumprir os deveres de um ser criado. Além disso, como Deus usa palavras para nos julgar e castigar nos últimos dias, Ele também organiza ambientes para podar, lidar, provar e nos refinar em nossas vidas reais. Por exemplo, quando tentamos desempenhar mecanicamente nossos deveres, Deus incentiva e faz nossos colegas de trabalho nos podarem e lidarem conosco. Quando nos rebelamos e resistimos a Deus com teimosia, Ele usa o ambiente para nos punir e disciplinar. Quando nossos corações se voltam para Deus, Ele é misericordioso, e nos ilumina e nos guia para entender sua vontade. É em meio à obra de julgamento de Deus que nos tornamos cada vez mais conscientes da verdade de nossa própria corrupção, cada vez mais capazes de distinguir entre coisas positivas e negativas, nossa visão das coisas muda aos poucos, e ganhamos um entendimento real do caráter de Deus. Temor e amor por Deus são produzidos em nossos corações, nós começamos a buscar e praticar a verdade em todas as coisas. Nós não ficamos mais contentes em viver de acordo com nossos caracteres corruptos satânicos. Nossa consciência e senso são restaurados, ficamos dispostos cumprir nosso dever como seres criados e submetemo-nos às orquestrações e arranjos de Deus. Nós começamos a sentir uma mudança cada vez mais profunda em nosso caráter de vida, passamos a viver a genuína semelhança humana. Estes são os resultados alcançados pela obra de julgamento de Deus.”

Depois de ouvir a comunhão da minha irmã, a ansiedade em meu coração evaporou completamente. A obra de Deus é verdadeiramente prática! Se não experimentamos o julgamento e o castigo das palavras de Deus, nós achamos que estamos indo muito bem e nunca nos conhecemos de verdade. Se não nos conhecermos, como podemos alcançar a transformação? Depois que compreendi a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, eu a aceitei com alegria.

Na reunião seguinte, minha irmã mais nova me mostrou um filme sobre experiência e testemunho da Igreja de Deus Todo-Poderoso, intitulado “A obra de Deus me fez viver a semelhança de um homem”. No filme, o protagonista é um empreiteiro imobiliário há mais de uma década que, a princípio, se recusa a seguir a “regra não escrita” de nossa sociedade sombria: subornar os funcionários públicos. Por esse motivo, o negócio dele nunca vai para frente. Eventualmente, para ganhar dinheiro, ele decide, frustrado, seguir as tendências do mal e começar a dar subornos. Ele perde o controle, conspira com funcionários do governo e faz muitas coisas imorais, até que sua consciência o faça viver na miséria e no tormento. Depois que sua mãe lhe conta sobre o evangelho dos últimos dias de Deus Todo Poderoso, ele vê com clareza o lamentável fato de sua própria corrupção por Satanás dentro do julgamento e castigo das palavras de Deus. Ele começa a sentir arrependimento e aversão por si mesmo e decide ser uma pessoa honesta, que vive de acordo com as palavras de Deus. Depois disso, ele consegue escapar, aos poucos, do cativeiro de Satanás e viver em meio às bênçãos e proteção de Deus.

Depois que vi o vídeo, percebi que a obra de julgamento de Deus realmente pode salvar e purificar as pessoas! Sem o julgamento e o castigo de Deus, ninguém seria capaz de perceber o quanto fomos corrompidos por Satanás, mas o julgamento e o castigo de Deus podem mesmo nos salvar e nos ajudar a escapar do cativeiro de Satanás. As palavras de Deus são verdadeiramente cheias de autoridade e poder! Eu agradeci a Deus com sinceridade no fundo do meu coração por me dar a chance de aceitar a Sua obra dos últimos dias. Ainda existem muitos caracteres corruptos dentro de mim e, no futuro, espero ler mais sobre a palavra de Deus Todo-Poderoso, experimentar o julgamento e castigo de Deus, ser purificado e aperfeiçoado por Ele e tornar-me alguém de acordo com a Sua vontade!

Veja também:

Saindo do templo religioso desolado, eu recebi a rega da água viva

Deixe uma resposta