Inscreva-se

Menu

Como o julgamento do grande trono branco se cumprirá?

Como o julgamento do grande trono branco se cumprirá?

E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro…” (Apocalipse 20:11-12).

Toda vez que leio esses dois versículos, imagino a esplêndida cena do retorno do Senhor julgando a humanidade nos últimos dias. Eu pensava que, quando aquele tempo chegasse o Senhor Jesus se sentaria no grande trono branco no céu com os registros de cada pessoa em Suas mãos, e julgaria todos eles de maneira imponente. Continuei a manter essa noção até ouvir as boas novas de Deus.

Eu ouvi as boas novas de Deus.

Um dia, em fevereiro de 2018, depois que voltei para casa de um feriado em outro estado, minha esposa alegremente me disse: “O Senhor Jesus já voltou em carne e osso. Ele expressou palavras e realizou a obra de julgamento a partir da casa de Deus. Fui ouvir alguns sermões sobre isso. Com eles, eu entendi muitas verdades e realmente ganhei sustento. Além disso, esses irmãos e irmãs têm um novo e claro modo de comungar sobre a Bíblia. Além disso, eles são muito compassivos. Por isso, me senti livre quando me reuni com eles. Que tal ouvi-los comigo amanhã?”Ao ouvir isso, eu disse com espanto:“Como isso é possível? O Apocalipse afirma com clareza que quando o Senhor retornar, Ele se sentará no grande trono branco no céu e desenrolará em pessoa os pergaminhos onde tudo o que cada pessoa fez ao longo de sua vida foi gravado. Naquela época, as pessoas serão levantadas no ar, confessarão os pecados cometidos durante toda a vida e aceitarão o justo julgamento do Senhor. Mas até agora não vimos nenhuma cena como essa, então como é possível que o Senhor tenha voltado?”E eu a lembrei:“Não existe amor verdadeiro neste mundo. Você deve ter cuidado. Não seja enganada pelos outros”.

Ela disse: “Realmente não há amor neste mundo. Mas eles são indivíduos que creem em Deus de verdade e são diferentes das pessoas comuns. Você vai ver quando os encontrar amanhã”. Quando ela disse isso, fiquei curioso, então tive vontade de conhecer aquelas pessoas elogiadas por minha esposa e ouvir seus sermões.

Minhas noções e imaginações eram barreiras para meu conhecimento de Deus.

No dia seguinte, quando chegamos ao local da reunião como combinado, os irmãos e irmãs nos cumprimentaram com entusiasmo. Observando com atenção como eles agiam e o que diziam, eu podia sentir que seus corações eram genuínos. Lentamente, meu coração se sentiu muito mais livre. Além disso, ao ouvi-los comunicar suas próprias experiências de fé em Deus, senti que a comunhão deles era muito prática e inovadora. Assim, achei que valeria a pena buscar e investigar. Por isso, perguntei ao irmão que pregava: “Irmão, ouvi minha esposa dizer que o Senhor Jesus já voltou em carne para realizar Sua obra de julgamento. Mas eu me lembro que o Apocalipse afirma: ‘E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro…’ (Apocalipse 20:11-12). Portanto, é razoável dizer que o julgamento nos últimos dias deve ser no céu. Quando o Senhor voltar, Ele deve se sentar em um trono branco no ar, com livros de registros em Suas mãos, e julgar com imponência cada homem e mulher com base em suas ações individuais. Como você pode dizer que o Senhor já se tornou carne para realizar na terra a obra de julgamento?”

Depois de ouvir minha pergunta, ele balançou a cabeça e disse, solene: “Baseado no registro das visões de João no Livro do Apocalipse, muitos cristãos estão cheios de noções e imaginações sobre o julgamento que acontecerá no tempo em que o Senhor voltar nos últimos dias. Eles acreditam que a obra de julgamento será realizada no ar. Em seus pensamentos, haverá um trono branco no céu e, nesse trono, estará o Senhor Jesus. Com o livro da vida e o livro dos mortos abertos a Seu lado, o Senhor Jesus pedirá a todas as pessoas que prestem contas de todos os pecados que cometeram, e então decidirá o fim delas com base em suas ações e atos. Todos nós imaginamos que a obra de julgamento de Deus é muito sobrenatural. Contudo, Deus cumprirá isso de acordo com nossas imaginações? O julgamento de Deus nos últimos dias acontecerá no ar ou na terra? Vamos primeiro ver dois versículos. Apocalipse 14:6-7 diz: ‘E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.’ Esses versículos nos dizem com clareza que um anjo disse às pessoas que, quando chegar a hora em que Deus realizará Seu julgamento, as pessoas não estarão no céu, mas na terra. Vamos pensar sobre isso. O céu é onde Deus reside; somos seres mortais que sempre viveram na terra e somos também a humanidade corrompida por Satanás. Então, como podemos ascender ao céu para sermos julgados? Nós só somos dignos de nos curvar aos pés de Deus e aceitar o julgamento de Dele na terra. Isso é mais prático”.

Dando uma boa olhada nos versículos e ponderando sobre a comunhão do irmão, senti que fazia muito sentido. Eu sempre acreditei que quando o Senhor retornasse, Ele nos julgaria no céu. Mas nunca pensei se isso era ou não factível. Eu pensei: “Parece que minha fé em Deus é confusa”.

Pouco tempo depois, ele ligou seu computador e me pediu para ler uma passagem das palavras de Deus: “O ‘julgamento’ nas palavras ditas anteriormente — o julgamento começará na casa de Deus — refere-se ao juízo que Deus emite hoje sobre aqueles que se põem diante de Seu trono nos últimos dias. Talvez haja aqueles que acreditem em tais imaginações sobrenaturais como as que, quando os últimos dias chegarem, Deus irá erigir uma grande mesa nos céus, sobre a qual uma tolha branca será estendida e então, sentando-Se sobre um grande trono com todos os homens ajoelhando-se no chão, Ele irá revelar os pecados de cada homem e assim determinar se eles devem ascender ao céu ou ser enviados para o lago de fogo e enxofre. Independentemente das imaginações do homem, a substância da obra de Deus não pode ser alterada. As imaginações do homem nada são senão os constructos dos pensamentos humanos e vêm do cérebro do homem, resumido e recomposto daquilo que o homem viu e ouviu. Portanto, digo que, não importa o quanto forem geniais, as imagens idealizadas ainda não serão mais que um desenho e não podem substituir o plano da obra de Deus. Afinal, o homem foi corrompido por Satanás, então como pode sondar os pensamentos de Deus? […] Todos imaginam a obra de julgamento de Deus como algo sobrenaturalmente maravilhoso. Entretanto, você sabe que Deus começou a obra de julgamento entre os homens há muito tempo e todo esse tempo você tem estado aninhado em pacífico esquecimento? Que a época que você considera que a obra de julgamento divino esteja oficialmente começando já é a época de Deus criar novo céu e nova terra? Naquela época, é possível que você tenha apenas acabado de entender o significado da vida, mas a obra implacável da punição de Deus irá levá-lo, ainda em profundo sono, ao inferno. Só então você irá perceber de repente que a obra de julgamento de Deus já terá terminado.

Depois que terminei de ler, ele comungou isto: “As palavras de Deus revelam que nossas ideias sobre o Senhor vindo para realizar Sua obra de julgamento no céu são fruto de nossas concepções e imaginações. De fato, mesmo que não tenhamos visto sinais e maravilhas, Deus já expressou verdades e começou sua obra de julgamento começando com Sua casa entre o grupo de pessoas predestinadas e selecionadas por Ele. Isso é precisamente o julgamento do grande trono branco, como profetizado no livro do Apocalipse. Todos aqueles que aceitam a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, e ganham purificação e transformação, são os vencedores feitos por Deus antes da grande catástrofe. Seus nomes serão registrados no livro da vida. Isto está em completo acordo com a profecia registrada em Apocalipse: ‘Estes são os que não se contaminaram com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis’ (Apocalipse 14:4-5). Quando as pessoas que aceitam a obra de julgamento de Deus nos últimos dias forem totalmente preenchidas por Ele, a obra de julgamento de Deus está completa, e, então, Ele recompensará os bons e punirá os maus. Se aceitarmos a obra de julgamento de Deus apenas quando isso acontecer, será tarde demais. Assim, somente aceitando a obra de julgamento de Deus encarnado pela palavra podemos sobreviver à catástrofe com a proteção de Dele”.

Parece que Deus está julgando a humanidade desta forma.

A comunhão dele me iluminou de repente. Pensei: “Parece que a obra de julgamento começando pela casa de Deus é o julgamento do grande trono branco, como profetizado no livro do Apocalipse. A obra de Deus é mesmo sábia e insondável! Preciso escutar com atenção para descobrir se o Senhor realmente retornou para iniciar Sua obra de julgamento, começando pela Sua casa”. Então, por curiosidade, perguntei:“Irmão, o Senhor realmente veio à Terra? Então, como ele julga a humanidade?”

Ele sorriu e disse com gentileza: “No passado, todos nós acreditávamos que, quando Deus julgar as pessoas, Ele se sentará no trono de julgamento e decidirá o destino delas diretamente, com base em suas ações. Então, as pessoas boas serão aceitas no céu, enquanto as más serão enviadas para o inferno e punidas. Na verdade, tudo isso são nossas noções e imaginações. Afinal, como Deus julga as pessoas na terra? Vamos dar uma olhada nas palavras de Deus e ver o que Ele tem a dizer sobre esse assunto.” Ele abriu o Kindle e leu: “Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo são considerados julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus.

Depois de ler as palavras de Deus, ele continuou a comunhão: “Com essas palavras, aprendemos que nos últimos dias Deus expressa verdades de acordo com a necessidade da humanidade e que essas verdades visam nossos pensamentos e natureza corruptos. Ele usa verdades para julgar e castigar nossa desobediência e injustiça, para que possamos aceitar o julgamento em Suas palavras e alcançar uma compreensão da verdade. Saberemos quão malignas, absurdas e ridículas são as ideias erradas que Satanás introduziu em nós, reconheceremos nossa natureza satânica que resiste e trai a Deus, e veremos quão imundas e feias são nossas almas. Isso nos permite desenvolver o arrependimento e não depender mais de nossa natureza satânica quando fazemos as coisas. Pelo contrário, podemos ser boas pessoas de acordo com a palavra de Deus e, no final, a mudança ocorrerá em nosso caráter de vida. Desta forma, Deus nos completará por inteiro, e Sua obra de julgamento estará terminada. Tome a mim como exemplo. No passado, eu pensava que crer em Deus servia apenas para receber benefícios e graça, e desfrutar das bênçãos eternas de Deus. Guiado por tal fé, eu sempre exigia de Deus essas graças e bençãos, usando como capital meu sacríficio e as viagens que fazia por Ele, sentindo que eu era o mais qualificado para obter tais coisas. Mas eu vi as palavras de Deus Todo-Poderoso: ‘O relacionamento do homem com Deus é meramente de interesse próprio. É o relacionamento entre o receptor e o doador de bênçãos. Para colocar de forma mais clara, é semelhante ao relacionamento entre empregado e empregador. O empregado trabalha apenas para receber a recompensa concedida pelo empregador. Não há afeto em tal relacionamento, apenas transação. Não há amar ou ser amado, apenas caridade e misericórdia. Não há compreensão, apenas indignação suprimida e decepção. Não há intimidade, apenas um precipício que não pode ser atravessado.’ A revelação das palavras de Deus me deixou com vergonha de mim mesmo. Vi que minha natureza era muito egoísta, deplorável e traiçoeira. A minha fé e os sacrifícios que eu fazia por Deus não serviam para buscar a verdade e cumprir meus deveres como um ser criado. Pelo contrário, eu estava tentando me envolver em uma transação com Deus. Fiz isso para satisfazer meu desejo de receber benefícios e exigir bênçãos eternas de Deus. Com esse conhecimento, senti-me especialmente arrependido e comecei a abandonar minhas ambições e desejos pessoais e a buscar a verdade de acordo com as exigências de Deus. Depois, Deus arranjou muitas situações nas quais Ele me testou e me aperfeiçoou para revelar minhas deficiências, de modo que eu pudesse ver, com maior clareza, a verdade da minha corrupção. Eu me odiava ainda mais e, aos poucos, não acreditei mais no Senhor apenas para me dar bem. Ao experimentar a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, senti profundamente que ela pode mesmo purificar e mudar uma pessoa. Então, apenas aceitando a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, nosso caráter corrupto pode ser purificado e nós seremos salvos por Deus no fim. Irmão, você entende o que estou dizendo?”

Eu sorri e assenti, dizendo: “Eu entendo um pouco. Antes, embora eu soubesse que o julgamento de Deus começaria na casa de Dele, eu não compreendia como isso deveria se realizar. Hoje, através de sua comunhão, entendo que o julgamento a partir da casa de Deus significa que Ele vem encarnado para expressar a verdade, julgar e limpar as pessoas que se colocam diante Dele. Quando a obra de Deus terminar, todas as pessoas serão separadas de acordo com sua própria espécie”.

Eu fui arrebatado para diante do trono de Deus depois que fui libertado de minhas noções preconcebidas.

Mas tarde, eu ganhei uma compreensão ainda maior do significado da obra de julgamento de Deus na terra, depois de assistir ao vídeo de declamações das palavras de Deus O Salvador já voltou sobre uma “nuvem branca” no site da Igreja de Deus Todo-Poderoso. Além disso, o irmão contou-me sobre as imagens dos três estágios da obra e comungou sobre as verdades dos três estágios da obra de Deus, Sua encarnação e os nomes que Ele assume. Isso permitiu que eu compreendesse melhor as verdades sobre o plano de gerenciamento de seis mil anos de Deus para a humanidade, o significado de Sua encarnação e a mudança do nome Dele em cada era. E, depois de assistir ao vídeo Origem e desenvolvimento da Igreja de Deus Todo-Poderoso, eu determinei por completo que Deus Todo-Poderoso encarnado é o retorno do Senhor Jesus.

Caros leitores, a obra de julgamento de Deus diante do grande trono branco nos últimos dias está quase no fim. Vocês já estão seguindo a obra de julgamento de Deus ou não?

Veja também:

1-Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade

2-Como a obra de julgamento de Deus durante os últimos dias purifica e salva a humanidade?

3-Como será o julgamento de Deus nos últimos dias?