Domingo, Agosto 18
BÍBLIA DE ESTUDO

    O sentimento de vazio: finalmente me livrei dele

    No início da manhã, sentei-me na minha pequena mesa perto da janela, observando em silêncio o vídeo de dança e música: A alegria na boa terra de Canaã. Meu coração disparou com a melodia e sorri inconscientemente. Eu senti de verdade a paz e a confiança de quem se coloca diante de Deus.

    Sentimento de vazio o que fazer

    Eu mergulho no pecado e vivo no vazio e na dor

    Eu vim para a Coreia do Sul há alguns anos para ganhar mais dinheiro. Depois de um período de trabalho árduo, comecei, aos poucos, a viver uma vida mais próspera, mas meu coração sentia-se vazio muitas vezes. Meus amigos sempre me convidavam para ir a baladas para dançar, comer e beber. Muitas vezes, chegávamos em casa tarde. Naquela época, os ditados populares entre nós eram: “Aproveite o dia de prazer, pois a vida é curta,” “Fique bêbado hoje e se preocupe com as coisas amanhã” e “use a juventude para comer, beber, se divertir e aproveitar a vida, pois quando ficarmos velhos, não poderemos desfrutar de nada”. Esses ditados me acertaram em cheio e eu estava convencido de que esta era a forma de viver a vida. Mais tarde, meus amigos sempre me chamavam para ir com eles, quando se reuniam para sair. Eu não tinha nada para fazer depois do trabalho e estava sempre entediado, por isso sempre saía com eles. Quando estávamos juntos, comíamos e bebíamos como um bando de irmãos, conversando e rindo, e nos sentindo muito felizes. Depois de comer e beber, íamos a bares de karaokê e outros lugares para cantar e dançar. Depois de nossas festanças e comilanças, eu sempre sentia que estar em um grupo tão grande de amigos, conversando, rindo e nos divertindo juntos era muito bom. Às vezes, eles não queriam sair, mas eu queria. Nesse tipo de situação, qualquer cansaço que eu sentia do trabalho, todas as minhas frustrações na vida e qualquer coisa que estivesse me deixando triste desapareciam em um instante. Gradualmente, passei a acreditar que era estúpido não comer, beber e ser feliz, e que esse tipo de vida era a única que trazia alegria e aliviava meu trabalho penoso. Depois do trabalho, eu bebia sem controle quase todos os dias, mas depois, no meu tempo livre, meu coração ainda se sentia vazio e desolado. Eu não pude deixar de me perguntar: por que as pessoas vivem? Como posso preencher o vazio no meu espírito?

    Embora eu estivesse sentindo todos os tipos de emoções, a vida e o trabalho tinham que continuar. Como não podíamos trabalhar quando chovia, meus colegas de trabalho iam para uma casa de jogos de mesa para se distraírem jogando “mahjong”. Eles me chamavam para ir junto e eu pensava: “Vou jogar um pouco. Não temos nada para fazer mesmo. Vou jogar “mahjong’ para passar o tempo e me manter ocupado durante estes dias monótonos.” E assim, eu passava o dia todo na mesa de jogos, perdendo muito mais do que ganhando. Às vezes, eu perdia entre dois e três milhões de wons coreanos por dia. Enquanto estava jogando, eu me sentia muito feliz e me divertia ao máximo. Mas, depois que voltava para casa, as coisas ainda estavam do mesmo jeito, e eu me sentia muito mal pelo dinheiro perdido. Eu dizia a mim mesmo para não jogar mais “mahjong”, mas no dia seguinte, voltava ao jogo. Perdi tanto dinheiro que passei a dever meus amigos. Eu me odiava por não ser capaz de exercer qualquer autocontrole. No começo, eu pretendia jogar apenas para passar o tempo e para me divertir. Eu nunca imaginei que acabaria adicionando tanta dor ao meu vazio. Mais tarde, o projeto em que trabalhava chegou ao fim, e eu não conseguia dinheiro para pagar tudo o que devia, por isso, me mudei para outro local de trabalho.

    Depois que cheguei no novo local, continuei a me reunir com meus amigos e sair para comer, beber e me divertir com o dinheiro que ganhava. Tudo isso me trouxe uma felicidade temporária, mas minha vida ainda estava tão vazia, que eu sentia como se estivesse vivendo em um mundo falso. Aparentemente, todos eram amigos, comíamos, bebíamos e nos divertíamos juntos, curtindo a vida, mas, na verdade, todos só se importavam consigo mesmos. Quando algo contrariava seus interesses pessoais, eles atacavam e julgavam uns aos outros pelas costas. No meu tempo livre, eu costumava pensar: “É assim que devo viver minha vida? Muitas pessoas ao meu redor vivem imitando outros. Será que este é o único jeito de viver?”

    Qual é a causa do vazio da vida humana?

    Um dia, no trabalho, eu conheci Enhao. Nós ficamos próximos, contamos tudo um ao outro, e nos tornamos amigos íntimos. Certa vez, conversando, desabafei toda a depressão que sentia no coração. Ele me disse: “Vou levar você para um lugar e todos os seus problemas serão resolvidos.” Foi assim que acabei indo com ele à igreja. Contei aos irmãos e irmãs sobre minhas experiências e tomei a iniciativa de fazer as perguntas: “Por que a vida humana é tão vazia? Afinal, como podemos nos livrar do vazio e da dor da vida?”

    Uma irmã então me disse: “Irmão, essas perguntas que você fez deixam muitas pessoas perplexas. O padrão de vida das pessoas está melhorando e desfrutamos de cada vez mais prazeres materiais, mas, mesmo assim o vazio dentro de nossos espíritos aumenta a cada dia. Ninguém entende por que isso acontece, mas as palavras de Deus revelam a causa básica da dor e do vazio da humanidade. Vamos ler uma passagem das palavras de Deus: ‘Um mundo no coração do homem que não tem lugar para Deus é escuro, vazio e sem esperança. […] Pois, sem a orientação de Deus, não importa o quanto os governantes e sociólogos quebrem a cabeça para preservar a civilização humana, tudo é em vão. Ninguém pode preencher o vazio no coração humano, pois ninguém pode ser a vida do homem e nenhuma teoria social libertará o homem do vazio que o aflige. A ciência, o conhecimento, a liberdade, a democracia, o lazer e o conforto representam apenas uma trégua temporária. Mesmo com essas coisas, o homem inevitavelmente pecará e lamentará as injustiças da sociedade. Tais coisas não podem restringir a ânsia e o desejo humano de explorar. Porque o homem foi feito por Deus e os sacrifícios e as explorações sem sentido do homem só podem levar a mais aflição. O homem existirá em um estado constante de medo, não saberá como enfrentar o futuro da humanidade, nem como encarar a senda que tem pela frente. O homem chegará inclusive a ter medo da ciência e do conhecimento e temerá ainda mais o sentimento de vazio dentro de si. […] Afinal, o homem é apenas homem. A posição e a vida de Deus não podem ser substituídas por homem nenhum. A humanidade não só exige uma sociedade justa na qual todos sejam bem alimentados, iguais e livres, como também a salvação de Deus e Sua provisão de vida para todos. Só quando o homem recebe a salvação de Deus e Sua provisão de vida é que as necessidades, a ânsia por explorar e o vazio espiritual do homem podem ser resolvidos.’”

    Depois de ler as palavras de Deus, a irmã continuou a comunhão, dizendo: “As palavras de Deus explicaram em minúcias a raiz do nosso vazio e dor. Depois que fomos corrompidos por Satanás, começamos a nos afastar de Deus, perdemos a orientação e o suprimento das Suas palavras e vivemos sob o poder de Satanás, e é por isso que a humanidade vive uma vida tão vazia e dolorosa. Em nossas vidas, todos nós lutamos e nos desgastamos por causa do dinheiro, da fama, da fortuna e dos prazeres físicos, e, quanto mais buscamos tudo isso, mais insatisfeitos e gananciosos nos tornamos. Quando obtemos essas coisas, nosso padrão material de vida melhora e nossa carne ganha prazer, mas depois que os desfrutamos, nossos corações se sentem vazios mais uma vez. Quando não podemos obter essas coisas, nos sentimos ainda mais aflitos e desamparados. Portanto, as pessoas que não têm dinheiro ou status se sentem vazias e não têm motivação na vida, e é exatamente assim que as pessoas que têm dinheiro, status e grande prazer na vida também se sentem – vazias e sem qualquer impulso. Alguns tentam preencher o vazio em seus espíritos de diversas formas: eles vão a discotecas, fumam e bebem, vão às compras, viajam e outros chegam a experimentar drogas. Mas não importa o que a gente faça, tudo é inútil. Isso mostra que dinheiro, fama, fortuna e prazeres físicos não podem resolver o vazio da humanidade, nem podem nos tornar felizes e alegres. Nós, a humanidade, fomos criados por Deus, e somente nos colocando diante Dele, aceitando a Sua salvação e vivendo pela Sua palavra o nosso coração pode sentir-se à vontade e em paz, e podemos nos livrar deste vazio.”

    Depois de ouvir a comunhão da irmã, pensei outra vez nas palavras de Deus e senti como se elas tivessem falado diretamente ao meu coração. Embora eu não tivesse qualquer preocupação financeira naquela época, minha vida ainda não era feliz. A fim de passar o tempo e me livrar do meu vazio, eu costumava sair com meus amigos, para comer beber e me divertir. Nessas ocasiões, eu me sentia fisicamente satisfeito e parecia muito feliz. Mas quando chegava em casa, especialmente quando estava sozinho, eu me sentia muito vazio e indefeso. Eu achava que não tinha objetivos na vida e que a própria vida não tinha sentido. Minha vida de gastos generosos, devassidão e bebida sem limites me trazia apenas uma alegria temporária, mas nunca a verdadeira felicidade. Talvez a crença em Deus fosse mesmo a única maneira de resolver meu vazio espiritual.

    Eu tenho a esperança de me livrar do vazio existencial

    Então, a irmã passou um vídeo de uma hino chamado Se Deus não tivesse me salvado. Este hino me fez sentir como se estivesse experimentando suas palavras e, enquanto eu cantava, todas as cenas da minha vida passavam pela minha mente como um filme. Minha vida anterior tinha sido de bebedeira desenfreada, sem saber de onde a humanidade veio ou como deveríamos viver, sem objetivos e sem qualquer esperança, mudando de rumo todos os dias como diz o hino: “a lutar nas dores do pecado e viver sem nada esperar.” Além disso, vi que, depois que os irmãos e irmãs do vídeo começaram a crer em Deus, eles viveram em liberdade. Isso agitou meu coração profundamente e, naquele momento, senti que Deus era mesmo capaz de nos salvar de nossas vidas vazias e dolorosas. Eu desejava continuar estudando a obra de Deus.

    Mais tarde, lendo as palavras de Deus, me encontrando e comungando com irmãos e irmãs, eu comecei a entender alguns aspectos da verdade como a fonte da degeneração da humanidade, como Satanás corrompe o homem, como Deus salva o homem e como viver uma genuína semelhança humana. Eu vi que as palavras expressas por Deus Todo-Poderoso não poderiam ter sido ditas por nenhum ser humano e elas me mostravam a direção a seguir e me ensinavam o que buscar para viver uma vida significativa. As palavras de Deus Todo-Poderoso eram muito úteis para mim. Mais tarde, juntei-me à igreja, participei de muitas reuniões e comunguei as palavras de Deus com meus irmãos e irmãs. Senti-me muito enriquecido por viver dessa maneira, e meu espírito experimentou uma paz e alegria que nunca sentira antes.

    Bela vida natural

    A raiz da minha incapacidade de resistir à tentação

    Um dia, depois de terminar o trabalho, meus colegas me chamaram para sair com eles. Pensei que não saía para comer e beber com eles há muito tempo e que minha vida se tornara um pouco insípida, por isso, achei que seria ótimo dar umas voltas com eles para me distrair. E então eu fui. Depois que cheguei em casa naquela noite, acalmei meu coração e ponderei: “Agora creio em Deus, mas agrada a Ele que eu viva uma vida tão promíscua como os incrédulos? Não é assim que um cristão deve agir.” Então, eu me coloquei diante de Deus para orar: “Ó Deus! Eu não desejo mais cair na degeneração, mas não consigo me livrar da tentação. Por favor, ajude-me a superar esses desejos físicos e tentações.” Mais tarde, eu li as palavras de Deus: “Nascido numa terra tão imunda, o homem vem sendo gravemente empesteado pela sociedade, influenciado pela ética feudal e instruído nos ‘institutos da mais elevada aprendizagem’. O pensamento subdesenvolvido, a moralidade corrupta, a visão mesquinha da vida, a filosofia desprezível, uma existência absolutamente sem valor, estilo de vida e costumes depravados, todas essas coisas foram severamente introduzidas no coração do homem e atacaram e comprometeram severamente a sua consciência. Como consequência, o homem está cada vez mais distante de Deus e cada vez mais se opõe a Ele. O caráter do homem se torna mais malicioso a cada dia que passa e não há uma única pessoa que, de boa vontade, abra mão de alguma coisa por Deus; não há uma só pessoa que, de boa vontade, obedeça a Deus, nem, sobretudo, nenhuma só pessoa que, de boa vontade, busque a aparição de Deus. Em vez disso, sob o império de Satanás, o homem não faz outra coisa senão buscar o prazer, entregando-se à corrupção da carne na terra da lama. Mesmo quando ouvem a verdade, os que vivem nas trevas não dedicam nem um só pensamento a colocá-la em prática, nem se inclinam a buscar Deus, mesmo que tenham presenciado a Sua aparição. Como uma humanidade tão depravada pode ter alguma chance de salvação? Como uma humanidade tão decadente pode viver na luz?

    Através das palavras de Deus, entendi porque eu era capaz de crer em Deus, mas não conseguia suportar ser tentado pelos meus colegas de trabalho, e porque meu coração ainda gostava de viver uma vida tão promíscua com eles: era por causa dos efeitos causados pelas tendências malignas na sociedade. Todos os famosos ditados populares com equívocos sobre a vida como: “Aproveite o dia de prazer, pois a vida é curta,” e “A vida é curta. Desfrute dela enquanto pode,” estavam enraizados em meu coração. Eu acreditava que as pessoas deveriam buscar prazeres físicos e focar em comer, beber e serem felizes. Eu pensava que somente esse tipo de vida poderia trazer felicidade às pessoas e retirá-las da monotonia do mundo. Assim não seria tudo em vão. Sem essas coisas, a vida parecia totalmente sem sentido, e se eu não saísse comendo, bebendo e me divertindo, meu coração começava a sentir falta. Como eu estava sem a verdade e não sabia o que era positivo e negativo, acabei me envolvendo com essas tendências malignas, desfrutando de prazeres pecaminosos e vivendo uma vida de bebida, degeneração e decadência desinibidas. Embora minha carne tivesse gozo temporário, meu espírito permanecia vazio e aflito, sem os objetivos corretos para continuar vivendo e sem conhecimento do sentido da vida. Através das revelações das palavras de Deus, eu, enfim, entendi que esses ditados sobre a vida pertenciam a Satanás, e que viver de acordo com essas ideias e visões só poderia me levar à perdição. Se vivesse assim, eu cobiçaria os prazeres do pecado como uma coisa positiva, perseguiria cegamente os prazeres físicos, ficaria cada vez mais depravado e não teria coragem de buscar a verdade ou seguir a senda certa na vida e, no fim, acabaria sendo prejudicado e devorado por Satanás. Graças a Deus por me permitir ver a verdade sobre o assunto.

    Eu encontrei minha direção na vida

    Eu li outra passagem das palavras de Deus: “Quando investigar repetidas vezes e dissecar atentamente as diversas metas de vida que as pessoas perseguem e as várias e diferentes maneiras de viver, você descobrirá que nenhuma delas corresponde à intenção original do Criador quando Ele criou a humanidade. Todas elas afastam as pessoas da soberania e do cuidado do Criador; todas são buracos nos quais a humanidade cai e que a levam ao inferno. Depois de reconhecer isso, a sua tarefa é pôr de lado a antiga visão da vida, ficar longe das diversas armadilhas, deixar que Deus se encarregue de sua vida e faça arranjos para você, tentar apenas se submeter às orquestrações e à orientação de Deus, não ter escolha e tornar-se uma pessoa que adora a Deus.” As palavras de Deus me mostraram a direção a seguir na vida. Como já tinha entendido que perseguir prazeres físicos era a senda da degeneração, eu sabia que deveria desistir, escolher seguir a Deus e trilhar a senda de buscar a verdade e adorar a Deus. Eu então decidi buscar a verdade com diligência, para evitar as tendências malignas da sociedade e nunca mais para viver uma vida tão promíscua como a anterior.

    Depois de algum tempo, o Festival da Lua chegou, e meus amigos e parentes me ligaram, chamando para sair com eles. Antes, eu teria vibrado com a chance de sair para comer, beber e me divertir com amigos e parentes em um feriado como esse. Eu faria de tudo para me satisfazer, acreditando que isso me deixaria muito feliz. Agora, porém, entendi que, apenas seguindo a verdade, eu poderia obter uma sensação de paz e segurança. Se saísse com eles, eu obteria somente um gozo físico temporário e faria com que meu coração evitasse a Deus, mas acabaria me sentindo vazio no fim. Portanto, eu recusei com educação e depois fui à igreja para ler as palavras de Deus e comungar a verdade com meus irmãos e irmãs. Eu experimentei uma sensação de felicidade e segurança que nunca sentira antes.

    Pensei em como eu já escolhera a senda errada, afundando-me nas tendências malignas da sociedade, cobiçando os prazeres do pecado, tornando-me cada vez mais degenerado e perdendo toda a aparência de um ser humano, tudo isso para preencher meu vazio. Foi a misericórdia de Deus que me trouxe de volta à Sua família. Somente depois de aceitar as verdades expressas por Deus, consegui algum discernimento sobre essas tendências sociais malignas e dos ditados de Satanás sobre a vida. Eu aprendi o que era a verdadeira felicidade, qual a coisa mais importante a se buscar na vida e qual a direção a seguir. Eu ofereço a Deus meus sinceros agradecimentos.

    Por Si Ming, Coreia do Sul


    Veja também:
    1-O que devo fazer com meu vazio espiritual
    2-Dificuldades da vida, aprendi a confiar em Deus
    3-Uma reflexão sobre o sentido da vida

    Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

    Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?