Inscreva-se

Menu

Diagnosticada com Hepatite B, como devo enfrentá-la?

Mulher e o mar

A primeira chuva, que misturou com a neve, caiu neste inverno. Fiquei na janela, admirando a chuva de inverno. Embora não chovesse em mim, mesmo assim senti-me congelada e o frio permeava-me por todos os lados.

Há poucos dias, o líder de nossa unidade disse-nos: “Xiaowang está sofrendo de uma doença grave no fígado e já está em tratamento no hospital. Seu médico disse que sua doença é infecciosa, a qual pode ser transmitida pelo contato com pessoas, comida ou outras formas de contato. Como muitas vezes o contatamos, podemos estar infectados com essa doença. Como resultado, precisamos ir imediatamente ao hospital para um exame físico.”As palavras do líder fizeram com que o escritório se transformasse em caos e todos estavam preocupados se a doença tinha sido transmitida a eles. Então, meus colegas de trabalho e eu fomos com pressa ao hospital para fazer uma série de exames. Depois disso, esperei os resultados com nervosismo. Logo, os resultados foram divulgados. Quando o médico me entregou, ele disse: “Lamento dizer que você é portadora do vírus da hepatite B, e talvez você o tenha adquirido há algum tempo, não recentemente”. Eu mal conseguia acreditar em meus ouvidos. Pensei que tinha ouvido mal e perguntei de novo. No entanto, o médico me disse com pesar: “Você me ouviu. É verdade. É melhor você tirar um tempo para se curar. Se você perder tempo, temo que sua condição piore. Nesse caso, será um grande problema se a doença se deteriorar para câncer no fígado no final. Além disso, este vírus não pode ser erradicado e será transportado por toda a vida. Você deve estar mentalmente preparada.” Ouvindo suas palavras, fiquei em estado de choque e minhas pernas pareciam que estavam mortas. Desanimada, com o resultado do exame em minhas mãos, não soube como fui para casa.

Depois de ir para casa, caí deitada na cama e minhas lágrimas correram livremente. Pensei: “Tenho apenas 30 e poucos anos. É só o momento mais bonito da vida. Eu ainda tenho muitos sonhos que não se realizaram. Por que eu peguei essa doença? Será que vou viver com esta doença para o resto da minha vida? Quanto tempo vou viver? Além disso, o tratamento precisa de muito dinheiro, como posso pagar por isso?” Enquanto pensava, não pude deixar de gritar. A partir de então, passei a viver em preocupação e medo. Sentia-me fraca com frequência, meu abdômen distendido e minhas costas doíam. Não conseguia fazer nada e minha mente estava uma bagunça. Depois de pouco tempo, de repente o líder me disse que Xiaowang morreu. Ouvindo esta notícia, fiquei mole e debilitada na hora. Pensei: “Ele morreu? Xiaowang pegou a doença e morreu? Ele era tão jovem. Parece que este tipo de doença no fígado é fatal. Eu serei a próxima?” Senti minha vida sem esperança e não queria fazer nada, vivendo completamente na escuridão.

Como eu não tinha dinheiro para pagar as despesas médicas caras, tive que desistir de ir ao hospital para o tratamento e confiei no remédio caseiro que um amigo me deu para aliviar minha condição. No entanto, não entendi: eu já acreditava em Deus e Ele deveria cuidar de mim e me proteger. Mas por que ainda recebi essa doença? Neste momento, duas irmãs da nossa igreja vieram me visitar. Elas não apenas perguntaram sobre minha condição com preocupação, mas também me ajudaram a resolver algumas dificuldades em minha vida. Então, elas pacientemente comungaram comigo e disseram: “Quando uma doença recai sobre nós, existe a intenção de Deus nela e não devemos perder a nossa fé Nele.” Mais tarde, minha irmã leu para mim uma passagem das palavras de Deus, “Quando ocorre uma doença, isso se deve ao amor de Deus, e certamente Suas bondosas intenções estão abrigadas nela. Embora seu corpo possa passar por um pouco de sofrimento, não se entregue a nenhuma ideia de Satanás. Louve a Deus em meio à enfermidade e desfrute de Deus em meio ao seu louvor. Não desanime diante da enfermidade, continue buscando de novo e de novo e nunca desista, e Deus iluminará você com Sua luz. Como era a fé de Jó? Deus Todo-Poderoso é um médico onipotente! Permanecer em enfermidade é estar doente, mas permanecer no espírito é estar bem. Enquanto você ainda tiver um sopro de vida, Deus não o deixará morrer. Temos dentro de nós a vida ressurreta de Cristo. Inegavelmente, carecemos de fé na presença de Deus: que Deus ponha a verdadeira fé dentro de nós. Doce é, de fato, a palavra de Deus! A palavra de Deus é um remédio poderoso! Ele envergonha os demônios e Satanás! Compreender a palavra de Deus nos dá apoio. Sua palavra age rapidamente para salvar nosso coração! Ela dissipa todas as coisas e faz com que tudo fique em paz. A fé é como uma ponte de um tronco só: aqueles que se agarram abjetamente à vida terão dificuldade para cruzá-la, mas aqueles que estão prontos para se sacrificar podem atravessá-la de pé firme e sem preocupação. Se o homem abriga pensamentos tímidos e temerosos, isso é porque Satanás o enganou, temendo que cruzemos a ponte da fé para entrar em Deus. Satanás está tentando de todas as maneiras possíveis enviar-nos seus pensamentos. A cada momento, devemos orar para que Deus nos ilumine com a Sua luz, a cada momento, devemos confiar em Deus para expurgar o veneno de Satanás de dentro de nós, praticar dentro de nosso espírito a cada momento para aproximar-nos de Deus e deixar Deus ter o domínio sobre todo o nosso ser.”

Depois de ler as palavras de Deus, meu coração foi iluminado de uma só vez. Hoje, quanto à minha doença que encontrei, Deus não quer que eu viva com timidez e medo, mas me permite confiar e olhar mais para Ele, para que eu possa, através desta doença, produzir uma fé verdadeira Nele e vencer todos os esquemas de Satanás de acordo com as Suas palavras e sendo Sua testemunha. Relembrando estes dias, desde que soube que adquiri esta doença, vivi em medo e pavor o tempo todo. No instante em que pensei no que o médico disse, não estava em condições de fazer nada e até perdi a esperança em minha vida e no futuro. O que foi mais sério, perdi minha fé em Deus, reclamando que Ele não cuidava de mim nem me protegia. Eu não tinha nenhuma crença verdadeira em Deus! Antes dos fatos, foi revelado que minha fé em Deus era pateticamente pequena. Pensando em Jó, quando se deparou com a perda de toda a sua propriedade e sofreu com feridas dolorosas por todo o seu corpo, todavia ele não perdeu sua fé em Deus, e pôde louvar o Seu santo nome. No final, ele obteve a aprovação e as bênçãos de Deus. Na verdade, a boa intenção de Deus está escondida atrás dos fatos! Entendendo isto, eu tive confiança em Deus de novo. Independente de saber se minha doença foi sarada ou não, não devo perder minha fé em Deus. Deus é todo-poderoso e nada é impossível para Ele, e Ele pode ressuscitar um homem morto, sem mencionar a minha doença. Assim, vim diante de Deus e orei: “Ó Deus! Nestes dias, vivi minha doença e sempre me preocupei que viesse a morrer. Perdi minha fé em Ti e até reclamei que não me abençoastes. Não busquei a tua intenção e quase caí no truque de Satanás. Como sou tola! Oh Deus! Obrigada por providenciar para que as irmãs comungassem comigo, me permitindo entender a Tua intenção. Tu és o Deus que governa tudo, e hoje estou disposta a me comprometer completamente contigo. Não importa se a minha condição é boa ou ruim, eu só quero obedecer à Tua orquestração e os Teus arranjos.” Depois da oração, não me senti mais amedrontada e apenas me comprometi com as mãos de Deus. Durante esse tempo, as palavras de Deus, “Deus Todo-Poderoso é um médico onipotente! Permanecer em enfermidade é estar doente, mas permanecer no espírito é estar bem. Enquanto você ainda tiver um sopro de vida, Deus não o deixará morrer”, apareceram muitas vezes em minha mente e me deu confiança e coragem para enfrentar a minha doença. Gradualmente, não fiquei mais presa à doença e insisti em ler as palavras de Deus e cantar hinos todos os dias. Uma vez que tivesse tempo, participava de reuniões e comungava com irmãos e irmãs. Quando chegava a hora de cumprir o meu dever, eu iria realizá-lo. Assim, inconscientemente, meu desconforto físico estava passando e meu corpo estava relaxado de modo notório, e meu humor também foi levantado.

Dois meses depois, fui ao hospital para fazer um exame novamente. O médico me disse admirado: “Você já se recuperou e não há nada de mal. O tempo da infecção também passou. Espere durante um certo tempo e verifique novamente. Se não houver nenhum problema, você estará totalmente recuperada.” Ao ouvir esta notícia, fiquei bastante animada e comecei a chorar. Eu sabia que era a salvação de Deus para mim. Naquele momento, senti verdadeiramente a autoridade e o poder das palavras de Deus. Eu usei apenas um pequeno remédio popular, mas fora da minha expectativa, a condição estava melhorando milagrosamente. Eu não pude deixar de agradecer a Deus. Deus é de fato onipotente e governa tudo. Todas estas coisas me fizeram ter mais fé Nele.

Certa vez, durante minha devoção espiritual, li a seguinte passagem das palavras de Deus, “Algumas pessoas se tornam repletas de vigor assim que veem que a fé em Deus lhes trará bênçãos, mas perdem toda a energia tão logo veem que têm de padecer refinamentos. Isso é crer em Deus? […] Muito embora as pessoas com crenças religiosas tenham fé em Deus, elas não buscam mudar em seu caráter e não buscam conhecer Deus, ao contrário, somente buscam os interesses de sua carne. Muitos dentre vocês têm crenças que pertencem à categoria das convicções religiosas; essa não é a verdadeira fé em Deus.” Estas palavras feriram meu coração, mas retrataram minha situação exata. Pensando novamente, quando eu estava sã e salva e minha vida era bem sucedida, eu tive força em acreditar em Deus, cheia de confiança Nele, sem dúvida, e até resolvi obedecer e satisfazer a Ele. No entanto, quando a doença veio sobre mim, minha fé desabou diretamente, e eu também vivi em negatividade e fraqueza, cheia de equívocos e culpa para com Deus. Agora, entendi que era porque a minha perspectiva da crença em Deus estava errada, e eu só queria pedir a Ele por misericórdia e bênçãos. Eu ainda pensava que, enquanto acreditasse em Deus, Ele deveria me proteger e cuidar de mim, deixando-me saudável e me ajudando a ter sucesso em tudo. Uma vez que me deparei com algo contra a minha vontade, imediatamente me queixei de Deus, traindo-o e o deixando a qualquer hora ou lugar. Minha fé em Deus não estava cheia de negociações e impurezas? Eu não estava sendo incrédula? Também pensei nas provações de Jó: “Não apenas Ele perdeu sua riqueza e propriedade e todos os seus filhos durante a noite, mas as feridas cobriram o seu corpo. No entanto, ele ainda disse: “Jeová deu, e Jeová tirou; bendito seja o nome de Jeová” (Jó 1:21). Embora ele acreditasse em Deus e O adorasse, não negociou com Deus; não importa como ele foi abençoado ou o que foi despojado por Deus, ele ainda o louvou e foi testemunha Dele, humilhando Satanás por completo. Deus aprovou a sua fé e multiplicou as bênçãos para ele também. No entanto, quando eu encontrei esta doença, não dei testemunho como o de Jó. Minha própria fé em Deus estava cheia de negociações e impurezas, e era simplesmente o desejo de obter graça e bênçãos, pedir o que comer para me fartar. Isso entristeceu muito o coração de Deus!” Pensando nisto, não pude deixar de me ajoelhar e orar a Deus, “Ó Deus, obrigada pela Tua iluminação. Percebo que minha perspectiva errada na crença em Ti, e como uma criação , devo obedecer às tuas orquestrações e os teus arranjos e não devo ter exigência alguma para contigo. Além disso, não importa o quanto a minha condição se desenvolva, eu não orarei a Ti para curar a minha dor e a minha doença, mas orarei para me ajudar a obedecer todas as Teus orquestrações e os Teus arranjos. Estou disposta a dar toda a minha vida a Ti, não tendo mais nenhum requisito para contigo.”

Quando entendi a intenção de Deus, meu coração não estava mais sob o controle da doença. Insisti em ler as palavras de Deus, e tendo tempo livre, saía para pregar o evangelho com irmãos e irmãs. Quando os outros me viram, disseram que não conseguiam ver que eu estava doente. Após algum tempo, fui ao hospital para um exame completo. Antes de sair de casa, orei a Deus e disse que, independente de quais fossem os resultados, eu estava disposta a obedecer e nunca reclamar Dele. Quando vi os resultados do exame, fiquei chocada. Havia um sinal de mais na coluna de anticorpos na folha do exame de laboratório. Significava que o meu corpo já havia produzido o anticorpo e não só a hepatite B estava curada, mas eu não precisava me preocupar em ser infectada. Nunca esperei por este resultado. Eu não pude resistir a chorar de gratidão. Deus é tão onipotente e maravilhoso! Fui curada apenas por praticar de acordo com as palavras de Deus, me comprometendo com as mãos Dele e obedecendo às Suas orquestrações e os Seus arranjos. Eu realmente senti o amor que Deus me deu! Através desta doença, transformei minha perspectiva de crença em Deus também, e sabia que Ele não é apenas um Deus misericordioso e amoroso, mas um Deus justo e santo. Quando estava cheia de reclamações contra Deus, Ele escondeu o Seu rosto de mim; quando me voltei para Ele, o rosto sorridente de Deus me foi revelado. Deus é tão digno do meu amor. De agora em diante, não importa o que aconteça comigo, estou disposta a obedecer às orquestrações e os arranjos de Deus, cumprindo o meu dever de retribuir o Seu amor. Que toda a glória seja dada a Deus!