Inscreva-se

Menu

Versículos sobre julgamento de Deus

Existem muitos versículos sobre o julgamento de Deus na Bíblia. Então, como essas profecias serão cumpridas? Por que Deus fará Sua obra de julgamento nos últimos dias? O julgamento é salvação ou castigo e condenação? O que o julgamento tem a ver com escaparmos do pecado, sermos purificados e entrarmos no reino dos céus? O conteúdo seguinte mostrará as respostas.

Os versículos bíblicos sobre julgamento que ajudam a entender o julgamento de Deus nos últimos dias

Profecias da obra de julgamento de Deus

Veja também:

1-Como será o julgamento de Deus nos últimos dias?

2-Porque é que somente aceitando o julgamento final de Deus podemos ser verdadeiramente salvos?

Salmos 96:13

Diante do Senhor, porque ele vem, porque vem julgar a terra: julgará o mundo com justiça e os povos com a sua fidelidade.

Salmos 1:5

Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos;

Atos 17:31

Porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que para isso ordenou.

João 12:47-48

E, se alguém ouvir as minhas palavras, e não as guardar, eu não o julgo; pois eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem me rejeita, e não recebe as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia.

João 5:22

Porque o Pai a niguém julga, mas deu ao Filho todo o julgamento.

Veja também: Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade

João 5:27

E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem.

1 Pedro 4:17

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus.

Descubra aqui mais sobre o juízo final

Apocalipse 20:11-12

E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.

Apocalipse 14:7

Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.

A relação entre o julgamento de Deus e nossa entrada no reino dos céus

Isaías 2:2-4

Acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do Senhor, será estabelecido como o mais alto dos montes e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor. E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.

Daniel 12:9-10

Ele respondeu: Vai-te, Daniel, porque estas palavras estão cerradas e seladas até o tempo do fim. Muitos se purificarão, e se embranquecerão, e serão acrisolados; mas os ímpios procederão impiamente; e nenhum deles entenderá; mas os sábios entenderão.

Apocalipse 22:14

Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.

Apocalipse 21:3-4

Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

Apocalipse 11:15

O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.

Palavras de Deus relevantes:

Deus diz: “Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus. A transformação do caráter do homem é alcançada por meio de diferentes tipos de obras de Deus; sem tais mudanças no caráter do homem, ele seria incapaz de dar testemunho de Deus e não poderia ser segundo Seu coração. A transformação do caráter do homem significa que ele se libertou da escravidão de Satanás e da influência das trevas e se tornou verdadeiramente um modelo e um exemplo da obra de Deus; tornou-se uma testemunha de Deus e alguém que é segundo Seu coração. Hoje, o Deus encarnado veio para realizar a Sua obra na terra e Ele requer que o homem alcance o conhecimento Dele, a obediência a Ele, o testemunho Dele — conheça Sua obra prática e normal, obedeça a todas as Suas palavras e obra que não estão de acordo com as concepções do homem — e dê testemunho de toda a obra que Ele realiza para salvar o homem, bem como de todos os feitos que Ele realiza para conquistar o homem. Aqueles que dão testemunho a Deus devem ter conhecimento Dele; somente esse tipo de testemunho é acurado e real, e somente esse tipo de testemunho pode envergonhar Satanás. Deus utiliza aqueles que vieram a conhecê-Lo por submeter-se ao Seu julgamento, castigo, Seu tratamento e poda, para dar testemunho Dele. Ele usa aqueles que foram corrompidos por Satanás para dar testemunho Dele e também utiliza aqueles cujo caráter mudou e que, assim, ganharam Suas bênçãos para dar testemunho Dele. Ele não precisa do homem para louvá-Lo apenas com sua boca, tampouco precisa do louvor e testemunho dos da laia de Satanás que não foram salvos por Ele. Somente aqueles que conhecem a Deus são qualificados para dar testemunho de Deus, e somente aqueles que foram transformados em seu caráter são qualificados para dar testemunho a Deus, e Ele não permitirá que o homem envergonhe intencionalmente o Seu nome.”

Quando se trata da palavra ‘julgamento’, você irá pensar nas palavras que Jeová disse a todos os lugares e nas palavras de repreensão que Jesus disse aos fariseus. Apesar de toda a severidade delas, essas palavras não são o julgamento do homem por Deus, apenas palavras ditas por Deus dentro de diferentes ambientes, isto é, em diferentes situações; tais palavras não são como as palavras ditas por Cristo ao julgar o homem nos últimos dias. Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo são considerados julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus.”

Deixe uma resposta