Inscreva-se

Menu

A seguir

Palavras diárias de Deus | "A aparição de Deus inaugurou uma nova era" | Trecho 71

781 28/12/2020

O plano de gestão de Deus de seis mil anos se aproxima do fim e a porta do reino se abriu para todos que buscam a aparição de Deus. Caros irmãos e irmãs, o que vocês estão esperando? O que vocês procuram? Aguardam a aparição de Deus? Procuram as pegadas de Deus? Como é desejada a aparição de Deus! E como é difícil encontrar as pegadas de Deus! Nos tempos atuais, em um mundo como este, o que devemos fazer para testemunhar o dia da aparição de Deus? O que devemos fazer para seguir as pegadas de Deus? Tais perguntas estão diante de todos que aguardam a aparição de Deus. Todos vocês já refletiram sobre essas perguntas mais de uma vez, mas qual foi o resultado? Onde Deus aparece? Onde estão as pegadas de Deus? Vocês já obtiveram as respostas? Muitos responderiam da seguinte maneira: Deus aparece entre aqueles que O seguem e Suas pegadas estão entre nós; é simples assim! Qualquer um pode oferecer uma resposta pronta, mas vocês realmente compreendem o que é a aparição de Deus e o que são as Suas pegadas? A aparição de Deus diz respeito à Sua chegada pessoal a terra para realizar Sua obra. Com Sua própria identidade e Seu caráter, e por Seu método inerente, Ele desce entre os homens para conduzir a obra de iniciar uma era e terminar uma outra era. Esse tipo de aparição não é uma forma de cerimônia. Não é um sinal, uma imagem, um milagre nem uma visão grandiosa, muito menos algum tipo de processo religioso. É um fato real e genuíno que pode ser tocado e contemplado. Esse tipo de aparição não é para seguir um processo ou realizar uma tarefa de curto prazo; antes, é uma etapa da obra em Seu plano de gerenciamento. A aparição de Deus é sempre significativa e está sempre relacionada ao Seu plano de gerenciamento. Essa aparição é completamente diferente da aparição de orientação, liderança e esclarecimento de Deus para com o homem. Deus realiza uma etapa de grande obra a cada vez que Se revela. Essa obra é diferente daquela realizada em qualquer outra era. É inimaginável para o homem e jamais foi experimentada pelo homem. É uma obra que inicia uma nova era e conclui a era antiga, é uma forma nova e aprimorada da obra de salvação da humanidade; além disso, é uma obra para trazer a humanidade à nova era. É essa a importância da aparição de Deus.

Ao mesmo tempo em que vocês buscam compreender a aparição de Deus, como devem procurar as pegadas de Deus? Essa pergunta não é difícil de responder: onde há a aparição de Deus, vocês encontrarão Suas pegadas. Tal resposta parece bastante óbvia, mas não é algo tão fácil de fazer, pois muitas pessoas não sabem onde Deus Se revela, muito menos onde Ele está disposto a Se revelar ou deveria Se revelar. Alguns creem impulsivamente que onde há a obra do Espírito Santo há a aparição de Deus. Ou então acreditam que onde há pessoas espirituais há a aparição de Deus. Ou então acreditam que onde as pessoas são bem conhecidas há a aparição de Deus. Por ora não vamos discutir se essas crenças estão certas ou erradas. Para explicar essa questão, primeiramente temos de ter um objetivo claro: estamos buscando as pegadas de Deus. Não estamos buscando pessoas espirituais, muito menos seguindo pessoas famosas; estamos seguindo as pegadas de Deus. Nesse sentido, uma vez que estamos buscando as pegadas de Deus, devemos buscar a vontade de Deus, as palavras de Deus, as declarações de Deus, pois onde há as novas palavras de Deus há a voz de Deus, e onde há os passos de Deus há as ações de Deus. Onde há a expressão de Deus há a aparição de Deus, e onde há a aparição de Deus há o caminho, a verdade e a vida. Na busca pelas pegadas de Deus vocês ignoraram as palavras de que “Deus é o caminho, a verdade e a vida”. Assim, quando recebem a verdade, muitas pessoas não acreditam que tenham encontrado as pegadas de Deus e muito menos reconhecem a aparição de Deus. Que erro gravíssimo! A aparição de Deus não pode ser acomodada às concepções do homem, e muito menos Deus irá aparecer a pedido do homem. Deus faz Suas próprias escolhas e tem Seus próprios planos quando realiza Sua obra; além disso, Ele tem Seus próprios objetivos e Seus próprios métodos. Não é necessário que Ele discuta a obra que realiza com o homem ou que busque o conselho do homem, muito menos que informe a cada pessoa individualmente sobre Suas obras. Esse é o caráter de Deus e, além disso, deve ser reconhecido por todos. Se vocês desejam testemunhar a aparição de Deus, se desejam seguir as pegadas de Deus, então devem antes transcender suas próprias concepções. Vocês não devem exigir que Deus faça isso ou aquilo e menos ainda você deve confiná-Lo aos limites das suas próprias concepções. Em vez disso, vocês precisam se perguntar como devem buscar as pegadas de Deus, como devem aceitar a aparição de Deus e como devem se submeter à nova obra de Deus; isso é o que deve ser feito pelo homem. Como o homem não é a verdade e não possui a verdade, ele deve buscar, aceitar e obedecer.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Deixe uma resposta