Domingo, Agosto 18
BÍBLIA DE ESTUDO

    Traição e recomeço: Como recuperar o meu marido

    Nota do editor: Esta é uma história sobre traição e recomeço. As relações do marido dela na internet causa uma crise no casamento. Em meio à sua dor, como ela emerge da névoa da traição através da confiança em Deus?

    Traição e recomeço: Como recuperar o meu marido
    Fonte: www.freepik.com

    As relações do marido dela na internet acendem o sinal de alerta

    “Tio, nenhuma dessas conversas on-line é real. Muitos estão usando isso para enganar as pessoas, como pode haver alguém que realmente queira conhecer você?”

    “Eu sei onde está o limite. Cuide da sua vida…”

    Quando Jiamei ouviu aquela conversa entre o marido e a sobrinha dele, ela ficou triste de imediato. Por que ela diria isso? Será que existia outra mulher?

    Depois a sobrinha dele saiu, Jiamei não conseguiu se conter. Ela perguntou-lhe: “Por que sua sobrinha disse isso? Você tem mais alguém?”

    Ele fez uma pausa por um momento, e então mentiu: “Eu acabei de convidar uma amiga da internet para algumas refeições. Não há nada entre nós, não fique imaginando coisas.”

    Jiamei ficou irada. Ela perguntou, furiosa, ao marido: “Um homem e uma mulher não saem juntos apenas para comer? Vocês podem se encontrar hoje, mas e amanhã? E se permanecerem se encontrando? Ela continuou, ficando cada vez mais agitada. “Se você não está feliz, vamos nos divorciar. Cada um de nós pode seguir seu próprio caminho, assim não vamos atrapalhar um ao outro. Faça uma escolha!” Jiamei parecia indiferente na superfície, mas por dentro estava triste, desapontada e sofrendo muito Ela pensou: “Será que meu casamento vai terminar assim?” Ela não se atreveu a perseguir nesse pensamento.

    Seu marido não disse uma palavra ou olhou para ela, apenas sentou-se segurando o cigarro com uma expressão de dor no rosto.

    Três dias depois, ele partiu para uma viagem de trabalho. Em casa, Jiamei não conseguia descansar, com medo de que ele se encontrasse com sua amiga da internet outra vez, por isso ela ligava para ele com frequência, para ver o que estava fazendo. Toda vez que ele não atendia ao telefone, ela ligava para um colega dele, mas, toda vez que o colega não atendia, Jiamei ficava ansioso para saber que tipo de mulher estava com seu marido e o que ela tinha de bom. No entanto, ela nunca conseguia descobrir onde ele estava trabalhando, o que a deixava muito ansiosa. Ela estava imaginando coisas e não conseguia fazer nada a respeito. Ela estava até sem fome. Jiamei estava tão atormentada que começou a parecer abatida.

    Durante esse período, o relacionamento deles foi se deteriorando. Quando o marido estava fora do trabalho, em casa, se não estivesse comendo alguma coisa, ele passava o tempo todo conversando com a amiga da internet e ficava acordado até tarde da noite. Jiamei viu como ele relutava em voltar para casa e que mal conversava com ela. Quando conversava, ele era frio e indiferente, mas ele sempre estava entusiasmado para conversar com a amiga até de madrugada. Isso foi muito doloroso para Jiamei. Incapaz de se conter, ela disse: “Já são onde da noite! Venha para a cama. Ele virou-se para ela e fritou, de forma chocante: “Então vá dormir em outro quarto. Deixe-me em paz!” Vendo sua indiferença, Jiamei começou a tremer incontrolavelmente e disse com raiva: “Se você não quer mais ficar comigo, vamos nos divorciar!” Mas ele disse: “ Não serei como os outros homens que se recusam a assumir a responsabilidade pela família. Não vou me divorciar.” Chateada e chorando, Jiamei saiu do quarto. Então, embora os dois morassem na mesma casa, eles pareciam estranhos sob o mesmo teto. Jiamei se sentia cada vez mais deprimida e dolorida e não sabia o que fazer.

    Folhas caídas

    Memórias felizes do passado são evocadas

    As férias de seu marido acabaram e Jiamei ficou sozinha em casa com seu filho. Ela foi até o quintal e soltou um longo suspiro, depois sentou-se na escada olhando para o céu estrelado. Ocasionalmente, ela ouvia o som de risadas vindo da casa dos vizinhos, e aquele som adorável a transportava de volta ao passado.

    Jiamei já enfrentara um casamento mal sucedido – seu ex-marido era infiel e descartara-a. Por isso, quando ela conheceu seu atual marido, os dois compartilharam um grande amor. Ela desenvolveu meningite crônica – sofria de dores de cabeça constantes e não conseguia fazer nenhum trabalho pesado. Seu marido não a abandonou e voltava do trabalha todos os dias para cozinhar e lavar as roupas. Ele inclusive lavava o cabelo dela quando necessário. Se ela quisesse alguma fruta, ele enfrentava o clima de inverno e corria a todas as barracas de frutas para conseguir para ela. Eles não tinham muito dinheiro na época, mas ele usou as pequenas economias que tinham para comprar um colar de ouro para Jiamei só para fazê-la feliz. Jiamei notou seu cuidado meticuloso e sentiu que se casara com o homem certo – era muito estimulante para ela. Certa vez, ela perguntou se ele continuaria a tratá-la tão bem, mesmo que sua condição não se confirmasse? Ele jurou solenemente que, mesmo que ela nunca melhorasse, cuidaria dela pelo resto da vida. Naquele momento, Jiamei sentiu que havia encontrado o amor e a felicidade verdadeiros. Seu coração, tão ferido no passado, encontrou consolo em seu marido – sua felicidade era incomparável. Jiamei pensou que, assim que sua condição melhorasse, ela teria que mostrar ainda mais cuidado e consideração do que ele e passar a vida juntos em amor e harmonia.

    Exatamente como Jiamei esperava, eles se ajudaram durante uma década de dificuldades e o relacionamento continuou forte. No começo, eles conseguiam apenas sobreviver, mas, aos poucos, acumularam um pouco de dinheiro e a vida começou a melhorar. No entanto, seu marido não era mais fiel, mas Jiamei ainda não descobrira. As pessoas sempre dizem que um casal que passou por dificuldades juntos tem a relação mais forte, mas os votos que fizeram no passado desapareceram em apenas dez anos. Por que o casamento deles era tão fraco? Pensando nisso, Jiamei começou a chorar, as lágrimas amargas escorriam pelo canto da boca. Vivendo em constante ansiedade, ela envelhecera um pouco, embora ainda não tivesse quarenta anos de idade. Quando voltou para dentro, Jiamei fez uma oração: “Ó, Deus, meu marido tem outra mulher. É muito doloroso para mim e eu não sei como passar por isso. Por favor, me guie para entender Tua vontade.”

    As palavras de Deus trazem conforto em meio à sua dor

    Durante uma reunião no dia seguinte, Jiamei contou aos irmãos e irmãs sobre o caso do marido, e uma irmã mostrou a ela uma passagem da palavra de Deus: “Mesmo havendo milhões de casamentos no mundo, todos são diferentes: quantos casamentos são insatisfatórios, quantos são felizes; quantos transpõem de leste para oeste, quantos de norte para sul; quantos são pares perfeitos, quantos são de classe social igual; quantos são felizes e harmoniosos, quantos penosos e tristes; quantos são motivo de inveja de outrem, quantos são mal compreendidos e alvo de desaprovação; quantos transbordam de alegria, quantos são um mar de lágrimas e causam desespero… Nessa miríade de casamentos, os humanos revelam lealdade e compromisso perpétuo para com a união, ou amor, ligação e inseparabilidade, ou resignação e incompreensão, ou traição, até ódio. Quer o casamento em si traga felicidade ou dor, a missão de toda pessoa no casamento é predestinada pelo Criador e não há de mudar; todos devem cumpri-la. E a sina individual por trás de cada casamento é inalterável, pois foi determinada com grande antecedência pelo Criador.

    A referida irmã comungou: “Jiamei, as palavras de Deus explicam com muita clareza a questão de nossos casamentos. Deus predetermina que tipo de casamento e família cada um de nós terá, e cada pessoa do casal deve cumprir essa missão. Alguns casais brigam com frequência e dizem que vão se divorciar, mas nunca o fazem. Eles passam a vida toda odiando um ao outro. E alguns casamentos, as brigas nem existem, mas eles acabam mesmo assim. Ao conversar com a amiga da internet e não se importar com seus sentimentos, seu marido está sendo influenciado por tendências sociais. Ele não quer se divorciar, e Deus permitiu isso. Nós não conseguimos ver o centro dessa questão, por isso, temos que buscar a vontade de Deus, caso contrário, vamos sofrer e ficar suscetíveis às artimanhas de Satanás, sendo um brinquedo em suas mãos.” Ao ouvir essa comunhão, Jiamei pensou em como ela e o marido estavam distantes um do outro. Eles se conheceram e se casaram quando estavam trabalhando juntos e tiveram um relacionamento muito amoroso por mais de uma década. Ela achava que, como o marido tinha outra pessoa, isso significava que ele não sentia mais nada por ela, que o casamento deles estava acabando, mas ele se recusou a se divorciar. As palavras de Deus a fizeram perceber que o casamento de cada pessoa está nas mãos de Deus, que tudo é predeterminado por Ele. O fato de seu marido não querer o divórcio era a vontade de Deus, e se ela se permitisse continuar sofrendo, estaria vulnerável às manipulações de Satanás. Como entendeu a vontade de Deus, Jiamei estava disposta a entregar seu marido a Ele.

    Novos problemas aparecem

    No entanto, nada acontece como planejado. Quando seu marido voltou para casa de folga, como sempre, ele passou seu salário para Jiamei. Mas, sem querer, ela derrubou o casaco dele no chão e um grande maço de dinheiro caiu do bolso. Chocada, Jiamei pensou: “De onde veio esse dinheiro? Não concordamos que eu cuidaria das finanças? Ele está escondendo as coisas de mim!”

    Irritada, ela perguntou ao marido: “Você disse que me passaria todo o dinheiro, mas agora está escondendo coisas de mim. Você está escondendo esse dinheiro para cuidar daquela mulher?” Ele resmungou, hesitou e não esclareceu nada. Jiamei fingia ser forte por fora, mas por dentro estava à beira do colapso. No passado, ele sempre entregara seu salário a ela, mas agora ela a estava enganando! Jiamei não estava disposta a perder para aquela outra mulher. Ela pensou: “Eu sempre fui uma pessoa austera e nunca me importei com o que vestia. Quem sabe, se eu cuidar mais da minha aparência, posso recuperar o coração dele.” Depois disso, ela começou se maquiar e usar roupas de boa qualidade, vestindo-se de forma linda e passou a cozinhar os pratos favoritos de seu marido. Ela pensou que isso reconquistaria seu coração e ele deixaria de ver aquela outra mulher. Contudo, ela não podia imaginar o que aconteceria em seguida…

    Um dia, ele disse que tinha um presente para Jiamei e ela se alegrou internamente, pensando que seus esforços recentes tinham valido a pena e estavam conquistando o coração de seu marido. Mas quando ele abriu e disse que era de sua amiga da internet, seu coração se entristeceu, sentindo uma grande humilhação. Ela perdeu toda a esperança no casamento deles. Jiamei voltou com a ideia do divórcio, mas ele foi firme em sua recusa, dizendo: “Outras mulheres deixam seus maridos terem duas famílias e não se divorciam. Sua vida não é boa?” A dor que Jiamei sentiu quando ele disse isso não poderia ser descrita e deu origem a um desejo de vingança. Ela pensou: “Você quer ter outra família, então eu posso fazer o mesmo com você! Você sentirá o gostinho da traição.” Mas então ela pensou melhor: ela é uma cristã, e esse tipo de comportamento não está alinhado com a vontade de Deus. Em sua dor e luta, Jiamei colocou-se outra vez diante de Deus em oração: “Ó, Deus! Eu não sei como devo viver isso. Estou com muita dor, por favor, me guie.”

    Um sinal de alerta no casamento dela e o vilão por trás de tudo

    Jiamei viu as palavras de Deus: “[…] as ideias que as tendências sociais trazem às pessoas, o modo como elas levam as pessoas a se comportarem neste mundo, as metas de vida e as perspectivas que elas trazem às pessoas. Essas coisas são muito importantes; elas podem controlar e influenciar o estado da mente do homem. Uma após a outra, todas essas tendências carregam uma influência maligna que degenera continuamente o homem, fazendo com que ele perca a consciência, a humanidade e a razão de modo contínuo, e que diminui sua moral e sua qualidade de caráter cada vez mais, ao ponto que podemos até dizer que a maioria das pessoas de agora não tem integridade, nem humanidade, tampouco tem consciência e muito menos razão. Então, o que são essas tendências? Você não pode ver essas tendências a olho nu. Quando o vento de uma tendência soprar, talvez apenas um pequeno grupo de pessoas se tornará o formador de tendências. Elas começam fazendo esse tipo de coisa, aceitando esse tipo de ideia ou esse tipo de perspectiva. A maioria das pessoas, contudo, no meio de sua inconsciência, serão continuamente infectadas, assimiladas e atraídas por esse tipo de tendência, até que elas todas, sem se darem conta ou involuntariamente, o aceitam e se tornam todas submersas na tendência e controladas por ela. Para o homem que não possui o corpo e a mente sãos, que nunca sabe o que é a verdade, que não sabe a diferença entre coisas positivas e negativas, esse tipo de tendências, uma após a outra, fará com que todos desejem aceitar essas tendências, a visão de vida e os valores que vêm de Satanás. Ele aceita o que Satanás lhe diz sobre como abordar a vida e o modo de viver que Satanás lhe concede. Ele não tem a força, nem tem a habilidade, muito menos a consciência para resistir.” “Isso é por causa de que inclinação psicológica no coração humano? O que o homem defende? Ele começa a gostar da maldade e da violência. Eles não gostam da beleza ou bondade, muito menos da paz. As pessoas não têm vontade de viver a vida simples da humanidade normal, mas, ao contrário, desejam desfrutar de um alto status e grande riqueza, de regozijar-se nos prazeres da carne, não medindo esforços para satisfazer a sua própria carne, sem restrições, nem laços para impedi-las, em outras palavras, fazendo o que quer que desejem. […] o homem torna-se cada vez mais maléfico, arrogante, condescendente, egoísta e malicioso. Não há mais qualquer afeto entre as pessoas, não há mais amor entre os membros da família, não há mais entendimento entre parentes e amigos; as relações humanas tornaram-se cheias de violência.

    Depois de ler as palavras de Deus, Jiamei compreendeu que ter outra mulher ou uma amante era um fenômeno social, que tinha sua origem na sedução e no controle do mal e em tendências satânicas como: “Santo de casa não faz milagre”, “Curta a vida, você não é eterno” e “Um pouco de diversão não faz mal”. Além disso, depois que são corrompidas por Satanás, as pessoas reverenciam o mal, a paixão e cobiçam os prazeres da carne. É por isso que elas estão dispostas a suportar a censura moral para satisfazer suas próprias carnes, seus desejos e machucam seus entes queridos. As pessoas se tornam cada vez mais egoístas, más e depravadas, perdendo sua humanidade e moralidade. Jiamei pensou em todas as pessoas que conhecia que tinham tido casos extraconjugais que separaram famílias. Algumas estavam tão atormentadas que cometeram suicídio por overdose. Outros pularam de prédios ou ficaram malucos por causa do estresse. Inúmeras famílias foram prejudicadas pelas tendências malignas deste mundo. Seu próprio marido não foi exceção. Ele não conseguia parar de seguir com essas tendências satânicas e malignas, desconsiderando o amor que tinham compartilhado por anos apenas para buscar alguma excitação. Ele encontrou outra pessoa na internet, envolveu-se emocionalmente e satisfez seus desejos carnais. Quando ela sugeriu o divórcio, ele recusou, também não estava disposto a deixar a outra mulher. Ele estava vivendo uma vida depravada, tendo uma esposa em casa e uma amante, mas não parecia nem um pouco envergonhado. Jiamei, então, entendeu que seu marido era outra vítima das tendências satânicas e malignas. Como os seres humanos não têm a verdade, eles não podem discernir entre o bem e o mal, a beleza e a fealdade, ou o que é positivo e o que é negativo. Eles são usados como brinquedo por Satanás, que os prejudica e pisoteia. E a dor que ela estava vivendo também era resultado do dano de ideias como: “envelhecer juntos, de mãos dadas” e “o amor é supremo”. Ela estava buscando o amor perfeito, tentando encontrar o amor verdadeiro que pertenceria apenas a ela para enfrentar as dificuldades juntos para sempre. Depois de descobrir que seu marido estava tendo um caso fora do casamento, ela afundou-se na ansiedade, sempre se preocupando se ele estava com a outra mulher. Ela se sentia tão atormentada que perdia o apetite e não conseguia dormir. Parecia que seu coração estava pressionado com o peso de uma pedra maciça, como se ela não conseguisse respirar. Ela estava vivendo em constante dor, a ponto de pensar em trair por vingança. Sem a iluminação e orientação das palavras de Deus, ela não sabia o que poderia se tornar, que tipo de coisas depravadas poderia fazer. Jiamei, mais tarde, leu estas palavras de Deus: “Por que o marido ama a esposa? E por que a esposa ama o marido? […] Que espécie de intenções as pessoas guardam de fato no coração? Não é para satisfazer os próprios planos e desejos egoístas?” Ela, enfim, entendeu que não há amor verdadeiro entre os seres humanos. Todos os relacionamentos são falsos, baseados em benefícios. Eles são transacionais, fundamentados em “dar e receber”. Como o amor entre marido e mulher é construído sobre os alicerces dos próprios interesses de cada um, quando eles não conseguem o que querem, o amor simplesmente desaparece. Essa relação amigável não existe mais. Tudo isso vem do dano de Satanás. Quando Jiamei viu isso com clareza, ela se sentiu muito aliviada.

    Uma mudança de perspectiva resulta em um casamento feliz

    Jiamei também leu uma passagem da palavra de Deus que dizia: “Depois de reconhecer isso, a sua tarefa é pôr de lado a antiga visão da vida, ficar longe das diversas armadilhas, deixar que Deus se encarregue de sua vida e faça arranjos para você, tentar apenas se submeter às orquestrações e à orientação de Deus, não ter escolha e tornar-se uma pessoa que adora a Deus.” As palavras de Deus deram a Jiamei uma senda para a prática. A fim de libertar-se das aflições de Satanás e não mais ser limitada por seus pensamentos e perspectivas erradas, para viver com liberdade e sem restrições, ela teve que colocar as palavras de Deus em prática. Ela precisou deixar de lado suas ideias prévias sobre o que buscar e confiar a Deus sua senda futura na vida, submetendo-se ao domínio e aos arranjos Dele. Depois disso, ela começou a ler as palavras de Deus todos os dias e estabeleceu um relacionamento adequado com Ele. Jiamei participou, com frequência, de reuniões e pregou o evangelho com outros irmãos e irmãs. Com o tempo, seu coração não foi mais oprimido pela angústia e, lentamente, ela abandonou a traição do marido. Um sorriso até reapareceu em seu rosto.

    Um dia, o marido ligou para dizer que queria voltar para casa para a colheita do outono. Quando ele chegou, Jiamei não começou a discutir, mas falou de maneira muito calma e serena. No entanto, quando ela o ouviu receber uma ligação de sua amiga da internet pedindo dinheiro emprestado, mais uma vez Jiamei sentiu aquela dor repentina em seu coração. Ela estava prestes a perder a paciência, mas percebeu que isso não estaria de acordo com a vontade de Deus, e que envolver-se em conflito interminável com o marido só poderia levá-los a viver com dor. Então, ela orou a Deus diversas vezes, e, aos poucos, encontrou a paz em seu coração. Naquela noite, Jiamei disse ao marido com muita calma: “Antes, quando descobri que você estava vendo outra mulher, comecei a brigar, causei problemas e trabalhei para reconquistá-lo. Mas nada disso reconquistou seu coração. Viver juntos assim é muito cansativo. Eu entendi, através das palavras de Deus, que todos nós fomos prejudicados por Satanás e seduzidos pelas tendências malignas dele, e é por isso que não podemos evitar cair nessas coisas. De agora em diante, eu não vou mais me ressentir a seu respeito ou brigar com você.” Vendo que Jiamei não estava tentando discutir com ele, mas estava pronta para fazer as pazes, ele, de bom, grado reconheceu que estava agindo mal em relação a ela. “Fui eu que te enganei. Eu vou mudar e ser bom para você.”

    A partir de então, Jiamei continuou a agir com sempre fizera, cuidando do marido com toda a atenção. Ela não discutiu mais com ele, nem ligou para os colegas exigindo saber onde ele estava. Certa vez, seu marido saiu para beber e caiu direto na cama quando chegou em casa. Jiamei notou que ele estava sempre muito cansado, então trouxe água e cuidou dele. Vendo isso, ele se sentiu muito culpado e chorou de emoção, dizendo: “Não seja tão boa para mim. Eu te decepcionei. Nunca mais vou entrar em contato com essa mulher, vamos aproveitar nosso tempo juntos de agora em diante.” Ele terminou seu relacionamento com a outra mulher depois disso – eles nunca mais entraram em contato. Ele tratou Jiamei ainda melhor do que antes. Jiamei sabia que tudo isso era obra de Deus. Ela experimentou que somente seguindo a verdade e colocando as palavras de Deus em prática foi possível sair do sofrimento e viver uma vida feliz!

    Por Jiamei

    Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

    Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?