Inscreva-se

Menu

Metamorfose: de jogador à cristão

Sempre que alguém menciona apostas em corridas de cavalos, algumas pessoas ficam assustadas com a ideia e a evitam como uma praga, enquanto outras ficam tão felizes quanto uma criancinha e não se cansam disso. Cada pessoa assume uma postura diferente em apostas de corridas de cavalos. Eu costumava ser um apostador e apostei em corridas de cavalos por mais de 20 anos, mas experimentei a amargura e a dor. Quando penso em como fui de apostador de corrida de cavalo a me tornar cristão, não consigo deixar de me emocionar…

Naquela época, eu não ganhava muito dinheiro e, porque minha família era um fardo financeiro e por estar com pouco dinheiro, pensei em uma maneira de ganhar mais dinheiro. Um dia, enquanto conversava com meu colega de trabalho, ele disse-me: “Um homem sem uma segunda renda nunca ficará rico, assim como um cavalo faminto de feno à noite nunca engordará, e se quiser ganhar mais dinheiro, poderia apostar nas corridas de cavalos e em bilhetes de loteria de Mark Six. Se você comprar bilhetes de 10 dólares de Hong Kong, então com alguns você poderá recuperar várias dezenas de dólares de Hong Kong, alguns milhares de dólares de Hong Kong, alguns dezenas de milhares de dólares de Hong Kong e alguns centenas de milhares de dólares de Hong Kong.” Enquanto ouvia meu colega dizer isto, meu coração agitou-se com desejo e senti que meus sonhos de me tornar rico logo tornariam-se realidade.

Quando comecei a apostar nas corridas, só apostava entre 20 e 30 dólares de Hong Kong, e com facilidade ganhava de várias centenas para mais de mil dólares de Hong Kong. Ponderei: “Não é difícil ganhar dinheiro nas corridas, então se eu apostar mais, ganharei mais. Esta é uma boa maneira de enriquecer.” Logo comecei a comprar o Jornal de Corridas para pesquisar onde colocar minhas apostas a fim de ganhar muito. Mesmo enquanto estava no trabalho, levava o Jornal de Corridas comigo. Uma vez, operei uma máquina enquanto lia o jornal e, como minha atenção estava dividida, minha mão ficou presa na máquina e lesionada. Precisei de vários pontos e tive que ficar afastado do trabalho por vários meses.

Uma vez que minha esposa percebeu que eu era viciado em jogos de azar, ela foi completamente contra e com frequência discutíamos sobre isso, mas eu não escutava, não importava o que minha esposa dissesse. Para ter mais dinheiro para apostar nas corridas, reduzi as despesas da vida. Ia e voltava do trabalho a pé em vez de pegar o ônibus. As vezes não comia e apenas comprava um pãozinho que servia para uma refeição. E usaria o dinheiro que economizava para jogar. Naquela época, vivia em um sonho de enriquecer. Eu estava exausto e tenso, meus olhos muitas vezes pareciam sem graça e sem vida e ao redor deles apareciam olheiras. Às vezes meus colegas perguntavam: “Por que está tão cansado todos os dias?” e “Por que está sempre comendo pãezinhos e não come direito? Você não trabalha para poder aproveitar a sua vida?” Eu só pude dar o meu melhor para parecer normal e dizer a eles:“Gosto de pãezinhos e estou cansado porque meu filho chora à noite e eu não estou dormindo bem.”

Leitura cristã,Metamorfose Cristã

Toda vez que ganhava dinheiro nas corridas de cavalos, eu ficava tão feliz quanto podia e sentia que tinha um olho bom para escolher vencedores. A fim de fazer a minha fortuna, pegava o dinheiro que ganhara e jogava de novo, pensando que quanto mais apostasse, maiores as chances de ganhar e mais dinheiro ganharia. Mas quando fiz uma aposta grande, perdi tudo de modo inesperado. Minha mente ficou em branco e senti-me muito arrependido. Pensei comigo: “Aprendi sobre corridas de cavalos e estudei probabilidades e tendências tanto quanto qualquer outra pessoa! Por que isso aconteceu assim? Tenho apostado nas corridas de cavalos por mais de 20 anos e não enriqueci, mas em vez disso, perdi uma quantia enorme de dinheiro.” Quando fiquei sozinho e tinha me acalmado, pensei:“Por que estou incomodado com tudo isto? Por que tenho vivido uma vida tão amarga e exaustiva?” Aos poucos, acabei sem direção e sem metas para o meu futuro. Apenas me confundi sem rumo no dia a dia.

No final de 2008, um parente pregou o evangelho do reino de Deus para mim. Comecei apenas a acreditar em Deus nominalmente, no entanto, e minha vida ainda era gasta jogando da mesma maneira antiga. Eu sabia no meu coração que se acreditasse em Deus, então deveria parar de jogar, mas não sabia por que não conseguia parar o meu vício de apostar em corridas de cavalos.

Durante uma reunião, me abri e compartilhei com meus irmãos e irmãs sobre o fato de que ainda apostava em corridas de cavalos, mesmo depois que comecei a acreditar em Deus, e uma irmã leu estas palavras de Deus para mim: “Ninguém busca ativamente as pegadas de Deus e a aparição de Deus, ninguém deseja existir sob o cuidado e a guarda de Deus. Ao contrário, eles desejam confiar na corrosão de Satanás, o maligno, para se adaptar a este mundo e às regras de existência que os homens ímpios seguem.

As palavras de Deus me fizeram entender que, depois de termos sido corrompidos por Satanás, todo pensamento e ideia que tínhamos eram controlados pelos axiomas da vida de Satanás. Estas coisas negativas se tornaram nossas vidas e nos deixaram dispostos a seguir Satanás, seguir as tendências da sociedade e não pensar em vir diante de Deus e adorá-Lo. Pensei sobre como tinha sido prejudicado pela ideologia satânica e perspectivas de “Um homem sem uma segunda renda nunca ficará rico, assim como um cavalo faminto de feno à noite nunca engordará,” como tinha me tornado viciado em apostas de corridas de cavalo, pensando em nada além de enriquecer e até passado um tempo em que deveria estar comendo ou trabalhando, estudando sobre corridas de cavalos. Como gastei todo o dinheiro que economizei apostando nas corridas e ainda assim, ao longo de todos estes anos, meu sonho de enriquecer não se concretizou e, em vez disso, perdi todo o meu dinheiro. E por causa do meu vício, minha esposa e eu sempre discutíamos e minha casa não era mais um lar. O que achei ainda mais doloroso foi que meu coração estava cheio de “corridas de cavalos”. Eu não tinha objetivos na vida e, mais ainda, meu coração estava vazio e atormentado. Pensei em como, por apostar nas corridas de cavalos, tantas pessoas estavam em dívidas até o pescoço, ou trouxeram suas famílias à ruína financeira, ou ainda viviam com uma dor da qual não podiam escapar, e pensei: “Satanás nos causa todo esse mal!” Quando cheguei a essa conclusão, decidi parar de jogar.

Embora eu estivesse decidido parar de jogar, toda vez que passava por uma estação de apostas do Jóquei Clube e via a multidão aumentando, um bilhete de apostas na mão de cada pessoa, focando sua concentração em pesquisar qual cavalo apostar, minha mão coçava. Sentiria-me totalmente desconfortável e, na verdade, gostaria apenas de colocar fazer uma aposta e reconquistar todo o dinheiro que perdi. Mas então, pensaria em como fiz a minha resolução diante de Deus e se jogasse de novo, não estaria enganando a Ele? Pensando assim, sentiria uma sensação de culpa no meu coração. No final, ainda não conseguiria me controlar e apostaria de novo nas corridas, perdendo ainda mais dinheiro.

Mais tarde, em uma reunião, uma irmã leu uma passagem das palavras de Deus para mim. Deus diz: “O homem vive sua vida inteira sob o império de Satanás, e não há uma pessoa sequer que possa se libertar da influência de Satanás por si mesma. Todos vivem em um mundo imundo, em corrupção e vazio, sem o menor sentido ou valor; vivem vidas despreocupadas para a carne, para a luxúria e para Satanás. Sua existência não possui o menor valor.” “Você deve encontrar maneiras de libertar-se dessa vida depravada e despreocupada, que não se diferencia da vida de um animal. Você deve viver uma vida com sentido, uma vida de valor, e não deve enganar a si mesmo nem tratar sua vida como um brinquedo com que se brinque. […] Como você deve viver sua vida? Como deve amar a Deus e usar esse amor para satisfazer Seu desejo? Não existe assunto mais importante do que esse para a sua vida. Acima de tudo, você deve ter tais aspirações e perseverança, e não pode ser como aqueles que não têm espinha dorsal, que são fracotes. Você deve aprender a experimentar uma vida com sentido e experimentar verdades com sentido, e não deve tratar a si mesmo de modo superficial dessa maneira. Sua vida passará sem que você se dê conta; depois, você terá outra oportunidade de amar a Deus?

Pensando nisso com cuidado, sabia que apostar em corridas de cavalo era um meio empregado por Satanás para enganar e seduzir as pessoas, mas quando a tentação de Satanás me atingiu de novo, não pude deixar de seguí-lo, e este foi o resultado do visão satânica que “Um homem sem uma segunda renda nunca ficará rico, assim como um cavalo faminto de feno à noite nunca engordará.” Pensei em como sempre fui viciado em apostas de corridas de cavalos, andando sem rumo ao longo do dia, nem trabalhando nem vivendo normalmente, sem qualquer semelhança humana e sabia que, se continuasse assim, apenas me degeneraria cada vez mais, me afastaria cada vez mais de Deus e minha chance de alcançar a Sua salvação seria perdida. Em especial quando li estas palavras de Deus: “Você deve encontrar maneiras de libertar-se dessa vida depravada e despreocupada, que não se diferencia da vida de um animal. Você deve viver uma vida com sentido, uma vida de valor, e não deve enganar a si mesmo nem tratar sua vida como um brinquedo com que se brinque.” Eu comecei a apreciar o cuidado e que Deus teve. Ele esperava que eu deixasse para trás a influência sombria de Satanás e abandonasse o modo de vida anterior depravado por completo e, ainda assim, eu causava desgosto a Ele mais e mais. Eu realmente estava tão entorpecido e rebelde. Uma irmã também comungou comigo, dizendo: “Não importa quais ambientes adversos ou dificuldades enfrentamos, contanto que cheguemos perante Deus com sinceridade, oremos a Ele e confiemos Nele, coloquemo-nos em Suas mãos e permitamos que Ele governe e providencie tudo para nós, então Ele sempre abrirá uma saída para nós.” Ao contemplar as palavras de Deus e ouvir a comunhão da irmã, tive uma direção para a minha prática. Dispus-me a vir diante de Deus com um coração sincero, fazer uma resolução para Ele, praticar de acordo com Suas palavras e abandonar o meu vício de jogo.

Mas, pouco tempo depois, meu vício em jogos de azar mais uma vez mostrou sua cara. Embora minha consciência me reprovasse na época, pensei: “Esta é a última vez que jogarei. Não apostarei de novo depois disto. Espero que, com esta última aposta, possa reconquistar todo o dinheiro que perdi.” Quando entrei no Jóquei Clube e comprei um bilhete de apostas, meu coração ficou muito pouco à vontade e bateu com ferozmente ao ponto em que minhas mãos não paravam de tremer. Olhei para o meu bilhete, mas minha mente estava toda em branco. Não sabia como preenchê-lo e fiquei tão nervoso que minha cabeça ficou tonta. Tudo o que pude fazer foi deixar o clube, respirar fundo e por a minha cabeça em ordem. Depois que minhas emoções se acalmaram, porque não queria fracassar na minha tentativa de jogar, voltei para o clube, e quando fui fazer minha aposta, minha mente ficou em branco. Agarrando a caneta, minha mão foi para frente e para trás. Eu não sabia como fazer minha aposta e não tive coragem para avançar. Naquele momento, as palavras de Deus vieram à mente: “Eu sou o Deus verdadeiro, o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem. Não aja de uma maneira na presença dos outros e de outra maneira pelas suas costas; Eu vejo claramente tudo que você faz e, embora possa enganar os outros, você não pode enganar a Mim. Eu vejo tudo isso claramente. Não é possível que você esconda nada; tudo repousa em Minhas mãos.” Sim! Pensei em todas as vezes que fiz resoluções diante de Deus e ainda assim não consegui me impedir de jogar. E ao fazer isso, estava enganando a Deus em flagrante! Deus examina o mais íntimo do coração do homem. Enquanto fazia isso, Deus observava, e embora soubesse perfeitamente que apostar em corridas de cavalo era uma coisa negativa, eu ainda continuava com isso de novo e de novo, sabendo fazer coisas ruins, eu estava fazendo Deus me detestar ainda mais! Então, assim que saí do clube, fui com pressa diante de Deus e orei: “Ó Deus, por favor, me dê a fé e a força para não sofrer mais as seduções e tentações de Satanás, mas para poder confiar em Ti, para atender as Tuas palavras e sair do jogo por completo. Amém!”Então decididamente deixei o clube.

Passei algum tempo orando a Deus sobre o meu problema de jogo de azar e agradecendo a Ele por abrir uma saída para mim. Reunindo-me com irmãos e irmãs, comungando e realizando meus deveres, e trabalhando e vivendo de acordo com as palavras de Deus, aos poucos meu coração começou a sentir-se enriquecido e em paz, e não tive mais tempo nem inclinação para apostar nos cavalos. Às vezes eu topava com meus antigos amigos do jogo e eles me perguntavam: “Você venceu ultimamente? Você quer ir para as corridas comigo?” e “Fulano ganhou a loteria Six Ring…” Ouvindo-os, às vezes ainda sentia uma onda de desejo em meu coração, mas percebi que essa era a tentação e a sedução de Satanás. Além disso, já havia feito uma resolução a Deus para que fosse testemunha dEle e não mais para ser enganado por Satanás. Então, eu diria aos meus amigos: “Eu parei e não jogo de novo.”

Depois, sempre que passava pelo Jóquei Clube e via tantos jogadores sentados do lado de fora, minhas mãos já não coçavam como antes. Refleti sobre minhas experiências de parar de jogar: apenas confiando em mim mesmo, não tive a força de vontade ou a fé para desistir, e ainda as palavras de Deus me permitiram entender a essência do jogo por completo, e Ele me deu forças para parar de apostar nos cavalos.

Agora, minha esposa e eu lemos as palavras de Deus com frequência e cumprimos nossos deveres na igreja. Minha atitude mental assumiu uma perspectiva completamente nova e eliminei de fato minha vida antiga de carregar o Jornal de Corridas onde quer que fosse. É deveras pela graça de Deus que Ele me deu uma nova vida!